Home Sistemas de Armas Camex aprova garantia para vender mísseis MAR-1 ao Paquistão

Camex aprova garantia para vender mísseis MAR-1 ao Paquistão

417
173

BRASÍLIA – A Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou hoje as garantias da União para o fornecimento de 100 mísseis pela empresa Mectron para o governo do Paquistão. Segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim, o contrato entre a Mectron, o governo paquistanês e a Força Aérea Brasileira (FAB) foi assinado em abril deste ano e dependia de aprovação de garantia do governo para a operação. Jobim informou que a Mectron receberá por essa exportação 85 milhões de euros. O ministro explicou que é um contrato importante, porque a Mectron aumentará sua capacidade de produção de um míssil para cinco mísseis por mês. “O que vai quintuplicar a capacidade da empresa em matéria de mão-de-obra e de qualificação”, disse Jobim.

O ministro disse que a Mectron é uma empresa pequena, de alta tecnologia, formada por cinco engenheiros do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), mas tem o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como sócio. Jobim explicou que os mísseis são anti-radiação (na foto, abaixo do F-5EM da FAB), que são acoplados em aviões para identificar a origem de radares e têm a possibilidade de destruí-los. “Funciona como um monitoramento muito eficaz do espaço e da terra”, disse o ministro. Jobim esclareceu que, embora haja suspeitas de que os atos terroristas na Índia tenham sido praticados por terroristas paquistaneses, o negócio é com o governo paquistanês. “Se cancelássemos o negócio, estaríamos atribuindo ao governo do Paquistão atividades terroristas”, explicou.

A aprovação da garantia, dentro do Comitê de Financiamento e Garantia das Exportações (Cofig), foi o único item da pauta da reunião extraordinária de hoje da Camex. Jobim não quis confirmar se haverá mudanças na presidência da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), conforme publicado hoje nos jornais. “O que nós estamos trabalhando é na reestruturação da empresa”, disse o ministro, lembrando que já foi assinado um contrato com o BNDES para reestruturação e modernização da Infraero.

FONTE: Agência Estado

173
Deixe um comentário

avatar
173 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
50 Comment authors
Cronograma dos Projetos da MectronjonathancamaradapjmsAMX Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Renato
Visitante
Renato

Quer dizer que já o estavam produzindo? Desde quando?

Renato
Visitante
Renato

Quer dizer que já o estavam produzindo? Desde quando?

Diego
Visitante

Quer dizer que já o estavam produzindo? Desde quando? [2]

Que eu saiba era só um protótipo…mas uma notícia muito boa!

Especificações do MAR-1?

Diego
Visitante

Quer dizer que já o estavam produzindo? Desde quando? [2]

Que eu saiba era só um protótipo…mas uma notícia muito boa!

Especificações do MAR-1?

welington
Visitante
welington

Que ótima noticia parabéns a mectron.

welington
Visitante
welington

Que ótima noticia parabéns a mectron.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Que legal! Vão conseguir pagar o desenvolvimento do míssil MAR-1 com dinheiro do Paquistão.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Que legal! Vão conseguir pagar o desenvolvimento do míssil MAR-1 com dinheiro do Paquistão.

Marlos Barcelos
Visitante
Marlos Barcelos

finalmente estamos produzindo armas modernas.

Marlos Barcelos
Visitante
Marlos Barcelos

finalmente estamos produzindo armas modernas.

RT
Visitante
RT

Muito boa noticia, tomara que com esta venda a nova versão do míssil seja produzida com mais velocidade.

RT
Visitante
RT

Muito boa noticia, tomara que com esta venda a nova versão do míssil seja produzida com mais velocidade.

Luciano Baqueiro
Visitante
Luciano Baqueiro

Quer dizer que já o estavam produzindo? Desde quando? [3]

Mais estranho ainda é que nem no site ( http://www.mectron.com.br/index_produtos.html ) há qualquer menção a ele. Daí minha dúvida : será que estão trocando as bolas, não seria o MAA-1B ?

Luciano Baqueiro
Visitante
Luciano Baqueiro

Quer dizer que já o estavam produzindo? Desde quando? [3]

Mais estranho ainda é que nem no site ( http://www.mectron.com.br/index_produtos.html ) há qualquer menção a ele. Daí minha dúvida : será que estão trocando as bolas, não seria o MAA-1B ?

marujo
Visitante
marujo

Parabéns, Mectron.Conseguiu vender um míssel que operacional está na Força Aérea Brasileira.Alguém poderia falar sobre a modernidade desse míssel?

marujo
Visitante
marujo

Parabéns, Mectron.Conseguiu vender um míssel que operacional está na Força Aérea Brasileira.Alguém poderia falar sobre a modernidade desse míssel?

Leo
Visitante
Leo

Eu acho que é preciso alguma confimação em relação ao míssil. Talvez seja o MAA-1, não o MAR-1.

Leo
Visitante
Leo

Eu acho que é preciso alguma confimação em relação ao míssil. Talvez seja o MAA-1, não o MAR-1.

edilson
Visitante
edilson

até chorei…
excelente notícia.

edilson
Visitante
edilson

até chorei…
excelente notícia.

Storm
Visitante

Mais sobre o MAR-1: O MAR-1 é um míssil tático do tipo ar-superficie anti-radiação de médio alcance com guiamento passivo por radar com múltipla opção de banda de passagem para ataque à sistemas de defesa antiaéreas baseadas em terra ou em plataformas marítimas. O MAR-1 será empregado no contexto de guerra eletrônica na função de Supressão da Defesa Aérea Inimiga. Os mísseis anti-radar tem limitação para serem adquiridos e por isto a FAB está desenvolvendo o MAR-1 junto com o CTA e a Mectron desde 1998. Depois de disparado o míssil sobe até 10 mil pés e começa a varrer… Read more »

Storm
Visitante

Mais sobre o MAR-1: O MAR-1 é um míssil tático do tipo ar-superficie anti-radiação de médio alcance com guiamento passivo por radar com múltipla opção de banda de passagem para ataque à sistemas de defesa antiaéreas baseadas em terra ou em plataformas marítimas. O MAR-1 será empregado no contexto de guerra eletrônica na função de Supressão da Defesa Aérea Inimiga. Os mísseis anti-radar tem limitação para serem adquiridos e por isto a FAB está desenvolvendo o MAR-1 junto com o CTA e a Mectron desde 1998. Depois de disparado o míssil sobe até 10 mil pés e começa a varrer… Read more »

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Pelo preço só pode ser o MAR-1. O Piranha não pode custar quase 850.000 euros cada.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Pelo preço só pode ser o MAR-1. O Piranha não pode custar quase 850.000 euros cada.

Leandro Furlan
Visitante
Leandro Furlan

Não é o MAA-1B, é o MAR-1 realmente.

Há muito tempo o míssil vem sendo testado pela FAB e será uma das armas dissuasórias da força através da frota de A-1M. Se não me engano a FAB optou por não por o F-5EM com o míssil em seu arsenal (apesar da foto mostrar isso em um dia de mostra de armamentos), mas posso estar errado, me corrijam.

Leandro Furlan
Visitante
Leandro Furlan

Não é o MAA-1B, é o MAR-1 realmente.

Há muito tempo o míssil vem sendo testado pela FAB e será uma das armas dissuasórias da força através da frota de A-1M. Se não me engano a FAB optou por não por o F-5EM com o míssil em seu arsenal (apesar da foto mostrar isso em um dia de mostra de armamentos), mas posso estar errado, me corrijam.

kaleu
Visitante
kaleu

Isso só prova aos críticos da FAB e aos críticos do País de uma forma geral, que tem muita coisa acontecendo que nós não sabemos…
e nossa FORÇA não é essa SUCATA toda que muitos acreditam.

Parabéns, Mectron / CTA / FAB

estamos orgulhosos
abraço
Kaleu

kaleu
Visitante
kaleu

Isso só prova aos críticos da FAB e aos críticos do País de uma forma geral, que tem muita coisa acontecendo que nós não sabemos…
e nossa FORÇA não é essa SUCATA toda que muitos acreditam.

Parabéns, Mectron / CTA / FAB

estamos orgulhosos
abraço
Kaleu

RODRIGO
Visitante
RODRIGO

Aos pacifistas de plantão e críticos da indústria de defesa,isso mostra como investimentos em tecnologia militar,traz divisas ao País.Imaginem se os investimentos fossem maiores e continuados….!

RODRIGO
Visitante
RODRIGO

Aos pacifistas de plantão e críticos da indústria de defesa,isso mostra como investimentos em tecnologia militar,traz divisas ao País.Imaginem se os investimentos fossem maiores e continuados….!

Julio
Visitante
Julio

Verdade RODRIGO e me fez lembrar da epoca da Engesa, Bernardini, Avibras e outras, onde um pouco de investimento somado a criatividade e conhecimento técnico dos engenheiros e demais funcionários dessas empresas, foi possível desenvolver projetos brilhantes.

Julio
Visitante
Julio

Verdade RODRIGO e me fez lembrar da epoca da Engesa, Bernardini, Avibras e outras, onde um pouco de investimento somado a criatividade e conhecimento técnico dos engenheiros e demais funcionários dessas empresas, foi possível desenvolver projetos brilhantes.

Leo
Visitante
Leo

Leandro,

Os próprios trabalhos do CTA, que desenvolvia o bloco girométrico e acelerômetros para controle do MAR-1 – conhecico com GIROMAR, repotavam que este sistemas deveria ficar pronto no final do ano passado.

Não me parece nem um pouco razoável que o míssil já se encontre em produção e em condições de ser exportado. Se for verdade ótimo. Vamos comemorar, mas ainda tenho minhas dúvidas.

Leo
Visitante
Leo

Leandro,

Os próprios trabalhos do CTA, que desenvolvia o bloco girométrico e acelerômetros para controle do MAR-1 – conhecico com GIROMAR, repotavam que este sistemas deveria ficar pronto no final do ano passado.

Não me parece nem um pouco razoável que o míssil já se encontre em produção e em condições de ser exportado. Se for verdade ótimo. Vamos comemorar, mas ainda tenho minhas dúvidas.

gabriel
Visitante
gabriel

Gente eu nao sou bom no assunto poder aereo
eu tenho uma duvida o Brasil produz isso para a F.A.B ?
Quantos misseis desses sao usados na F.A.B

gabriel
Visitante
gabriel

Gente eu nao sou bom no assunto poder aereo
eu tenho uma duvida o Brasil produz isso para a F.A.B ?
Quantos misseis desses sao usados na F.A.B

Ricardo
Visitante
Ricardo

Pessoal,

Até que ponto o MAR-1 esta operacional e qual a sua “confiabilidade” ?

Alguem sabe dizer…

Ricardo
Visitante
Ricardo

Pessoal,

Até que ponto o MAR-1 esta operacional e qual a sua “confiabilidade” ?

Alguem sabe dizer…

König
Visitante
König

Ano passado foi noticiado que em testes ele chegou a atingir cerca de 50Km acho que essa noticia saiu no ALIDE mesmo.
Saudações

König
Visitante
König

Ano passado foi noticiado que em testes ele chegou a atingir cerca de 50Km acho que essa noticia saiu no ALIDE mesmo.
Saudações

Billy
Visitante
Billy

De volta às altas rodas da política mundial através do comércio de armamentos. Será que nosso “flácido” governo terá c….para firmar as vendas a despeito de possíveis pressões? Ou vamos culpar outros pela nossa incapacidade como no passado? A FAB já opera este míssil? Terá direito a royalties sobre a venda?

Billy
Visitante
Billy

De volta às altas rodas da política mundial através do comércio de armamentos. Será que nosso “flácido” governo terá c….para firmar as vendas a despeito de possíveis pressões? Ou vamos culpar outros pela nossa incapacidade como no passado? A FAB já opera este míssil? Terá direito a royalties sobre a venda?

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

5 engenheiros. Fantástico e parabéns a Mectron. Torcemos para seu desenvolvimento não pare e continue formando alianças. Este é um pequeno exemplo do que uma indústria pequena de alta tecnologia pode trazer de benefício ao Estado e ao Brasil. Acredito que suas ambições devem transpor até os limites militares e se voltar em parte para a indústria civil. Somos um país com enorme carência de soluções para problemas em saúde/gerenciamento e monitoramento de plantações, safras/ monitoramento de áreas de risco como ocorre hoje em SC / estrutura arcaica em portos e aeroportos e por ai vai… Vejo isso como um… Read more »

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

5 engenheiros. Fantástico e parabéns a Mectron. Torcemos para seu desenvolvimento não pare e continue formando alianças. Este é um pequeno exemplo do que uma indústria pequena de alta tecnologia pode trazer de benefício ao Estado e ao Brasil. Acredito que suas ambições devem transpor até os limites militares e se voltar em parte para a indústria civil. Somos um país com enorme carência de soluções para problemas em saúde/gerenciamento e monitoramento de plantações, safras/ monitoramento de áreas de risco como ocorre hoje em SC / estrutura arcaica em portos e aeroportos e por ai vai… Vejo isso como um… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

La vou eu de novo!
O míssil não foi adquirido sequer pela FAB e já vai ser exportado?
No mínimo estranho.
Assim, de repente? Sem mais nem menos? Pra agora?
Alcance de 25 km lançado a 10.000 m ?
Velocidade de mach 0,5 a 1,2 ?
Sei não! Se for verdade ótimo para quem vendeu e sorte pra quem comprou!
Eu prefiro esperar para uma confirmação oficial da Mectron ou do Governo Brasileiro antes de gastar meus rojões.
Um abraço a todos.

Bosco
Visitante
Bosco

La vou eu de novo!
O míssil não foi adquirido sequer pela FAB e já vai ser exportado?
No mínimo estranho.
Assim, de repente? Sem mais nem menos? Pra agora?
Alcance de 25 km lançado a 10.000 m ?
Velocidade de mach 0,5 a 1,2 ?
Sei não! Se for verdade ótimo para quem vendeu e sorte pra quem comprou!
Eu prefiro esperar para uma confirmação oficial da Mectron ou do Governo Brasileiro antes de gastar meus rojões.
Um abraço a todos.

Radical_Nato
Visitante

Há mais coisas entre a FAB e a terra do que poça imaginar a nossa vã filosofia.

SDs!

Radical_Nato
Visitante

Há mais coisas entre a FAB e a terra do que poça imaginar a nossa vã filosofia.

SDs!

Vassily Zaitsev
Visitante
Vassily Zaitsev

Bosco,

Idem, vou segurar minhas baterias de 12 tiros para quando essa informação for comfirmada pela Mectron e pelo Paquistão.

Agora, se a notícia for verdadeira, será um alívio. Será um indício de que novos horizontes estão começando à aparecer.

Vassily Zaitsev
Visitante
Vassily Zaitsev

Bosco,

Idem, vou segurar minhas baterias de 12 tiros para quando essa informação for comfirmada pela Mectron e pelo Paquistão.

Agora, se a notícia for verdadeira, será um alívio. Será um indício de que novos horizontes estão começando à aparecer.