Home Sistemas de Armas Mais fotos dos Eurofighters italianos

Mais fotos dos Eurofighters italianos

133
174

Enquanto nós brasileiros esperamos a FAB decidir qual será o vencedor do Programa FX-2, vamos curtindo os caças de outras forças aéreas…

174 COMMENTS

  1. 2015 o Huguito vai estar encomendando seus PAK FA’S T-50, nessa época o mundo será dos caças de 5º geração como poderemos defender nosso país com caças de 4º geração ultrapaçados?
    Isso é ridículo, o certo seria comprar 36 SU-35 BM que conseguiriam cobrir todo o nosso território sem apoio e com entrega feita em 2012 e entrar no programa de desenvolvimento do PAK FA T-50 e adquirir 160 unidades e absorver toda a tecnologia, pois estaríamos participando do desenvolvimento da aeronave e fabricaríamos a mesma localmente sob licença e lucraríamos com as vendas da mesma pois com a participação no desenvolvimento teríamos uma parte dos lucros (A porcentagem que pagássemos no projeto), e seria perfeito teríamos uma força aérea respeitada com vetores eficientes e absorveríamos tecnologia de ponta ultra-avançadas que alavancaria a nossa industria aeronáutica para concorrer com as duas gigantes em todas as classes de aeronaves, resumindo seria perfeito mas essa concorrência foi comprada ( pagarão nossos políticos ) fizeram pressões externas pois os EUA e a união européia não querem ver um pais com esse potencial se desenvolver e virar um concorrente de peso.
    Em 2016 os caças de 4º Geração estarão ultrapassados, pois vários países já estarão adiquirindo e recebendo os mesmos e ficaremos atrás do bonde novamente infelizmente.

  2. 2015 o Huguito vai estar encomendando seus PAK FA’S T-50, nessa época o mundo será dos caças de 5º geração como poderemos defender nosso país com caças de 4º geração ultrapaçados?
    Isso é ridículo, o certo seria comprar 36 SU-35 BM que conseguiriam cobrir todo o nosso território sem apoio e com entrega feita em 2012 e entrar no programa de desenvolvimento do PAK FA T-50 e adquirir 160 unidades e absorver toda a tecnologia, pois estaríamos participando do desenvolvimento da aeronave e fabricaríamos a mesma localmente sob licença e lucraríamos com as vendas da mesma pois com a participação no desenvolvimento teríamos uma parte dos lucros (A porcentagem que pagássemos no projeto), e seria perfeito teríamos uma força aérea respeitada com vetores eficientes e absorveríamos tecnologia de ponta ultra-avançadas que alavancaria a nossa industria aeronáutica para concorrer com as duas gigantes em todas as classes de aeronaves, resumindo seria perfeito mas essa concorrência foi comprada ( pagarão nossos políticos ) fizeram pressões externas pois os EUA e a união européia não querem ver um pais com esse potencial se desenvolver e virar um concorrente de peso.
    Em 2016 os caças de 4º Geração estarão ultrapassados, pois vários países já estarão adiquirindo e recebendo os mesmos e ficaremos atrás do bonde novamente infelizmente.

  3. Enquanto isso vamos curtindo os novos caças de outras forças aéreas.
    A Alemanha já demonstrou interesse no PAK FA T-50 para não ficar atrás do bonde.

  4. Enquanto isso vamos curtindo os novos caças de outras forças aéreas.
    A Alemanha já demonstrou interesse no PAK FA T-50 para não ficar atrás do bonde.

  5. Galera.

    Não quero passar por chato, más vcs se esquecem que, FX-2 é uma coisa e PAK FA T-50 é outra coisa.

    O fato de estarmos comprando um caça de 4 geração, não significa que não possamos entrar no projeto de um caça de 5 geração, como o PAK.

    NADA esta assinado ainda, tanto com EUA, França, Suécia e nem Rússia, no entanto, o ministro Mangabeira Unger passará por durante 18 dias, ainda este mês na França, India, EUA e Rússia para assinar acordos militares e não dúvido que ele já vá com objetivos claros na maleta.

  6. Galera.

    Não quero passar por chato, más vcs se esquecem que, FX-2 é uma coisa e PAK FA T-50 é outra coisa.

    O fato de estarmos comprando um caça de 4 geração, não significa que não possamos entrar no projeto de um caça de 5 geração, como o PAK.

    NADA esta assinado ainda, tanto com EUA, França, Suécia e nem Rússia, no entanto, o ministro Mangabeira Unger passará por durante 18 dias, ainda este mês na França, India, EUA e Rússia para assinar acordos militares e não dúvido que ele já vá com objetivos claros na maleta.

  7. 2015? Não está sendo otimista? Segundo o HC os ruskies terão que esperar uns 20 anos até desenvolverem um caça de 5ª geração. Até lá só o exclusivo F 22 e o F 35.

  8. 2015? Não está sendo otimista? Segundo o HC os ruskies terão que esperar uns 20 anos até desenvolverem um caça de 5ª geração. Até lá só o exclusivo F 22 e o F 35.

  9. Welington,po cara para com isso!

    Os caças que queremos não são 4°geração e sim 4.5(meia)geração e são tão bons quanto os de 5°,e outra eu acho que nós estamos ainda no PAK FA,só não é muito divulgado por que o caça ainda esta em testes tanto que seu primeiro vôo será ano que vem.

    Abraços.

    (Change we need)
    (Barack Obama)

  10. Welington,po cara para com isso!

    Os caças que queremos não são 4°geração e sim 4.5(meia)geração e são tão bons quanto os de 5°,e outra eu acho que nós estamos ainda no PAK FA,só não é muito divulgado por que o caça ainda esta em testes tanto que seu primeiro vôo será ano que vem.

    Abraços.

    (Change we need)
    (Barack Obama)

  11. As viúvas do SU35 vale a pena ler o texto no link http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=687
    Não me venham dizer que o site é pró-ocidente. Não se deve brincar com tecnologia israelense… Volta a afirmar que os vetores Russos aplicados no ocidente são uma fraude. Fez o correto a FAB por eliminar o SU35 do FX2. E depois da China, a Índia é o país que a mais tempo opera caças russos. Esta plataforma Russa Su27 foi desenvolvida no pior dos tempos da ex-União Soviética, quando os recursos estavam escassos. Uma coisa que sempre os Estados Unidos fez durante toda sua história foi super-estimar a capacidade Russa. Quantidade e não qualidade sempre foi lema Russo.

  12. As viúvas do SU35 vale a pena ler o texto no link http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=687
    Não me venham dizer que o site é pró-ocidente. Não se deve brincar com tecnologia israelense… Volta a afirmar que os vetores Russos aplicados no ocidente são uma fraude. Fez o correto a FAB por eliminar o SU35 do FX2. E depois da China, a Índia é o país que a mais tempo opera caças russos. Esta plataforma Russa Su27 foi desenvolvida no pior dos tempos da ex-União Soviética, quando os recursos estavam escassos. Uma coisa que sempre os Estados Unidos fez durante toda sua história foi super-estimar a capacidade Russa. Quantidade e não qualidade sempre foi lema Russo.

  13. Todos nos sabemos que os caças que estão concorrendo são 4.5G mas nos referimos como de quarta geração, mas vou a partir de hoje como sendo de 4.5G para na ter mais confusões, os caças de 4.5 G incorporam tecnologias que também são incorporados nos caças de 5 º geração e elas são ótimas aeronaves mas querer comparar um caça de5º geração com um de 4.5 é maldade não da para comparar exceto que seja o F-35 que não é um 5G puro pois não tem supercruise e tem preparação stealth somente na parte inferior e frontal da aeronave mesmo porque é uma aeronave de ataque, radares de caças 4.5 G e de alerta antecipado podem detectala facilmente porque não tem o mesmo tratamento stealth na parte superior, lateral e traseira alem de ser uma aeronave de fraco desempenho já o F-22 é um caça no estado da arte feito totalmente com caraquiteristicas stealth, supercruise, super computadores alem de ser uma aeronave de alto desempenho não da para comparar caças 4.5 com os caças realmente 5G como o F-22 e o futuro PAK FA T-50 que terá o seu 1º vôo no ano que vem e poderia ser entregue a nossa força aérea em 2015 .

  14. Todos nos sabemos que os caças que estão concorrendo são 4.5G mas nos referimos como de quarta geração, mas vou a partir de hoje como sendo de 4.5G para na ter mais confusões, os caças de 4.5 G incorporam tecnologias que também são incorporados nos caças de 5 º geração e elas são ótimas aeronaves mas querer comparar um caça de5º geração com um de 4.5 é maldade não da para comparar exceto que seja o F-35 que não é um 5G puro pois não tem supercruise e tem preparação stealth somente na parte inferior e frontal da aeronave mesmo porque é uma aeronave de ataque, radares de caças 4.5 G e de alerta antecipado podem detectala facilmente porque não tem o mesmo tratamento stealth na parte superior, lateral e traseira alem de ser uma aeronave de fraco desempenho já o F-22 é um caça no estado da arte feito totalmente com caraquiteristicas stealth, supercruise, super computadores alem de ser uma aeronave de alto desempenho não da para comparar caças 4.5 com os caças realmente 5G como o F-22 e o futuro PAK FA T-50 que terá o seu 1º vôo no ano que vem e poderia ser entregue a nossa força aérea em 2015 .

  15. ” Billy em 07 nov, 2008 às 19:08
    2015? Não está sendo otimista? Segundo o HC os ruskies terão que esperar uns 20 anos até desenvolverem um caça de 5ª geração. Até lá só o exclusivo F 22 e o F 35.”

    Que nada!!!! No futuro ai’ desse history chanel essa epoca ja’ vai ta’ quase pronto o Sukhoi orbital ramjet com laser!!! Mas os americanos vao derrubar os russos de qualquer jeito fala serio!!!!

  16. ” Billy em 07 nov, 2008 às 19:08
    2015? Não está sendo otimista? Segundo o HC os ruskies terão que esperar uns 20 anos até desenvolverem um caça de 5ª geração. Até lá só o exclusivo F 22 e o F 35.”

    Que nada!!!! No futuro ai’ desse history chanel essa epoca ja’ vai ta’ quase pronto o Sukhoi orbital ramjet com laser!!! Mas os americanos vao derrubar os russos de qualquer jeito fala serio!!!!

  17. O Eurofighter,não leva misseis nas pontas das asas,de um
    lado um interferidor eletromagnetico para jammear possiveis
    ameaças,e na outra ponta,um decoy rebocavel,que
    possivelmente devera atrair misseis guiados a IR,
    e radar.Isca rebocavel no centerline existe a anos,mas
    nas asas ,deve ser novidade,o computador de avião deve
    compensar o deslocamento do eixo.Entre outras novidades,
    foi o primeiro supercruise na Europa,e comando por voz.

  18. O Eurofighter,não leva misseis nas pontas das asas,de um
    lado um interferidor eletromagnetico para jammear possiveis
    ameaças,e na outra ponta,um decoy rebocavel,que
    possivelmente devera atrair misseis guiados a IR,
    e radar.Isca rebocavel no centerline existe a anos,mas
    nas asas ,deve ser novidade,o computador de avião deve
    compensar o deslocamento do eixo.Entre outras novidades,
    foi o primeiro supercruise na Europa,e comando por voz.

  19. Me desculpem a “ingonorância”!
    Mas qual a diferênça entre o Rafale eo Eurofighters?
    Pra mim são bem parecidos,gostaria de saber quem roubou o projeto de quem?
    Pra mim não foram os Franceses, pois o Rafale já está em desenvolvimento há bastante tempo.

    SDS!

  20. Me desculpem a “ingonorância”!
    Mas qual a diferênça entre o Rafale eo Eurofighters?
    Pra mim são bem parecidos,gostaria de saber quem roubou o projeto de quem?
    Pra mim não foram os Franceses, pois o Rafale já está em desenvolvimento há bastante tempo.

    SDS!

  21. Um colega já usou esse comentário que é muito comedia e ilustram muito bem as duas nações, uma gasta bilhões em tecnologia cara e de grandes custos de desenvolvimento em quanto a outra até por motivos econômicos acha soluções baratas porem muito funcionais em determinadas vezes superiores as caras da primeira nação.

    Na época da corrida espacial os americanos iam pro espaço e não conseguiam anotar as coisas, por que a maravilhosa esferográfica, com tecnologia (literalmente RSRSRS) de ponta não funciona sem gravidade.

    Os cientistas da NASA desenvolveram, com muita pesquisa, uma caneta que dispensasse a gravidade.

    Um dia perguntaram aos Russos como eles faziam as anotações espaciais.
    “usamos lápis”, responderam.

  22. Um colega já usou esse comentário que é muito comedia e ilustram muito bem as duas nações, uma gasta bilhões em tecnologia cara e de grandes custos de desenvolvimento em quanto a outra até por motivos econômicos acha soluções baratas porem muito funcionais em determinadas vezes superiores as caras da primeira nação.

    Na época da corrida espacial os americanos iam pro espaço e não conseguiam anotar as coisas, por que a maravilhosa esferográfica, com tecnologia (literalmente RSRSRS) de ponta não funciona sem gravidade.

    Os cientistas da NASA desenvolveram, com muita pesquisa, uma caneta que dispensasse a gravidade.

    Um dia perguntaram aos Russos como eles faziam as anotações espaciais.
    “usamos lápis”, responderam.

  23. Foram os Franceses que no inicio participavam do programa eurofighter e depois saíram do mesmo com conhecimento de varias tecnologias do projeto, mas construirão uma aeronave inferior (Dada suas caraquiteristicas).

  24. Foram os Franceses que no inicio participavam do programa eurofighter e depois saíram do mesmo com conhecimento de varias tecnologias do projeto, mas construirão uma aeronave inferior (Dada suas caraquiteristicas).

  25. Lindos!

    Embora eu não goste dessas aletas próximas ao nariz… kkkkk…se dependesse do meu gosto estético, no mínimo seria impossível manobrá-los!

    Mas eu repito, devem representar um alívio para os pílotos do F104 Starfighter.

  26. Lindos!

    Embora eu não goste dessas aletas próximas ao nariz… kkkkk…se dependesse do meu gosto estético, no mínimo seria impossível manobrá-los!

    Mas eu repito, devem representar um alívio para os pílotos do F104 Starfighter.

  27. Welington… vc no minimo viaja!!!
    Estamos no brasil… para q caça de 5º geração???

    O Chile tem 8 F-16 Block 50, a Venezuela 30 Su-30 q nem misseis direito disparam… Quando q um pais desse vai possuir um caça de 5º geração?? E mesmo assim para q?? So se for para desfilar em parada militar…

    Eu defendo termos mais quantidade do q qualidade!! Se tivessemos uns 150 F-5EM eu estava feliz!! Mesmo sendo um vetor desatualizado teriamos um vetor!!! Pq hj em dia quem tem defesa aérea é RJ, RS e DF!!! Logico q se tivessemos 150 avioes modernos seria bem melhor.. mais nao teremos nem um nem outro!!

    Acredito no F-X2 e tudo mais… so nao acredito nessa segunda fase onde completarao as 120 aeronaves!!

  28. Welington… vc no minimo viaja!!!
    Estamos no brasil… para q caça de 5º geração???

    O Chile tem 8 F-16 Block 50, a Venezuela 30 Su-30 q nem misseis direito disparam… Quando q um pais desse vai possuir um caça de 5º geração?? E mesmo assim para q?? So se for para desfilar em parada militar…

    Eu defendo termos mais quantidade do q qualidade!! Se tivessemos uns 150 F-5EM eu estava feliz!! Mesmo sendo um vetor desatualizado teriamos um vetor!!! Pq hj em dia quem tem defesa aérea é RJ, RS e DF!!! Logico q se tivessemos 150 avioes modernos seria bem melhor.. mais nao teremos nem um nem outro!!

    Acredito no F-X2 e tudo mais… so nao acredito nessa segunda fase onde completarao as 120 aeronaves!!

  29. Sim, q eu saiba isso aki é um forum!!! Td mundo da a opinião q qr, e um naum tm q fik recrimindando o otro!! num ti dizendo…..!! A ditadura ja akbo! Liberdade d expressao ta na constituiçao! E qm num gostar q num particip do forum.

  30. Sim, q eu saiba isso aki é um forum!!! Td mundo da a opinião q qr, e um naum tm q fik recrimindando o otro!! num ti dizendo…..!! A ditadura ja akbo! Liberdade d expressao ta na constituiçao! E qm num gostar q num particip do forum.

  31. Parece mentira que um dia o Brasil construiu o AMX com a Italia. Nos deixaram comendo poeira ha muito tempo. E triste reconhecer,mas avioes como estes so chegam no Brasil quando estiverem como os F-5,ou seja,ultrapassados,obsoletos,e enterrados no deserto de algum pais arabe.

  32. Parece mentira que um dia o Brasil construiu o AMX com a Italia. Nos deixaram comendo poeira ha muito tempo. E triste reconhecer,mas avioes como estes so chegam no Brasil quando estiverem como os F-5,ou seja,ultrapassados,obsoletos,e enterrados no deserto de algum pais arabe.

  33. Pois é, João…só que a Itália não o desenvolveu sozinho. A Itália fez como estamos querendo fazer agora: criar parcerias para desenvolvemos os nossos próprios meios no futuro. Não quero nada pra agora, mas quero o melhor para o futuro. Só se constrói o futuro, quem se planeja para tal…Viver no imediatismo, como muitos querem aqui no blog, não vai nos levar a nada, pois não quero que o Brasil “compre” um caça no FX-2, quero que o Brasil projete seu futuro na defesa aérea com o FX-2…só ficaria “p” da vida com o MD e com a FAB, caso eles só comprassem um avião no final da história do FX-2. Se o FX-2 resultar apenas numa compra de um caça, mesmo que fosse o F-22, eu ficaria desiludido e acharia que perdemos mais uma oportunidade de sermos um país de respeito na área de defesa…mas acho que a coisa está caminhando de maneira bem consistente na direção de um futuro bem melhor para a aviação de caça da FAB e para a independência aeroespacial do Brasil. Por isso que sempre digo, o que importa para o Brasil no FX-2 não é termos o melhor caça, mas sim a melhor oferta para nos desenvolvermos.

    Já quanto ao “carinha” aí das fotos: avião feio, sem dentes e nem garras, ultrapassado, não aguenta um tiro de canhão do F-5M, um horror total… não é páreo nem para o Xavante armado com pods de metralhadora!!! (essa foi pra humilhar de vez…). Já que ele saiu do FX-2, o negócio é malhar o pobre coitado pra gente não ficar com muita inveja da Itália (e dos outros países: Alemanha, Inglaterra, Espanha…)…rs.rs.rs.

    um forte abraço

  34. Pois é, João…só que a Itália não o desenvolveu sozinho. A Itália fez como estamos querendo fazer agora: criar parcerias para desenvolvemos os nossos próprios meios no futuro. Não quero nada pra agora, mas quero o melhor para o futuro. Só se constrói o futuro, quem se planeja para tal…Viver no imediatismo, como muitos querem aqui no blog, não vai nos levar a nada, pois não quero que o Brasil “compre” um caça no FX-2, quero que o Brasil projete seu futuro na defesa aérea com o FX-2…só ficaria “p” da vida com o MD e com a FAB, caso eles só comprassem um avião no final da história do FX-2. Se o FX-2 resultar apenas numa compra de um caça, mesmo que fosse o F-22, eu ficaria desiludido e acharia que perdemos mais uma oportunidade de sermos um país de respeito na área de defesa…mas acho que a coisa está caminhando de maneira bem consistente na direção de um futuro bem melhor para a aviação de caça da FAB e para a independência aeroespacial do Brasil. Por isso que sempre digo, o que importa para o Brasil no FX-2 não é termos o melhor caça, mas sim a melhor oferta para nos desenvolvermos.

    Já quanto ao “carinha” aí das fotos: avião feio, sem dentes e nem garras, ultrapassado, não aguenta um tiro de canhão do F-5M, um horror total… não é páreo nem para o Xavante armado com pods de metralhadora!!! (essa foi pra humilhar de vez…). Já que ele saiu do FX-2, o negócio é malhar o pobre coitado pra gente não ficar com muita inveja da Itália (e dos outros países: Alemanha, Inglaterra, Espanha…)…rs.rs.rs.

    um forte abraço

  35. O artigo sobre os Rafales na Red Flag derrotando F-18s por 6:2 era papo. Os F-18 nem fizeram parte do Red Flag. O que os Rafales abateram por 6 a 2 foram F-16 Block 30 que o Red Team usa.

  36. O artigo sobre os Rafales na Red Flag derrotando F-18s por 6:2 era papo. Os F-18 nem fizeram parte do Red Flag. O que os Rafales abateram por 6 a 2 foram F-16 Block 30 que o Red Team usa.

  37. Hornet,valeu o inteligente comentario,assino embaixo. Que te escutem la no MD. De acordo contido tambem no Xavante. So um deles,maquinas letais que sao, derruba todos esses Eurofighters,e dois SU-35 venezuelanos tambem. O F-5M nao precisa nem decolar. Nao queremos matar todos os vizinhos de medo,ne??? RSRSRS Um forte abraco.

  38. Hornet,valeu o inteligente comentario,assino embaixo. Que te escutem la no MD. De acordo contido tambem no Xavante. So um deles,maquinas letais que sao, derruba todos esses Eurofighters,e dois SU-35 venezuelanos tambem. O F-5M nao precisa nem decolar. Nao queremos matar todos os vizinhos de medo,ne??? RSRSRS Um forte abraco.

  39. caro Raphael,

    e não é que vc tem razão!!! O F-18 nem participou desta edição da Red Flag, eu fui conferir os participantes no site da Red Flag. De fato, na Red Flag 2008 o Rafale “lutou” contra os F-16, vários modelos e “blocks” (25, 40 e 50), além de terem treinado também contra os F-15 “agressores”, e pelo visto se saiu muito bem (entrei no site do Ministére de la defense de la France e achei umas informações por lá que reforça o que vc disse…existem vários links sobre a participação do Rafale na Red Flag no site do MD francês).

    Entretanto, fiz uma rápida pesquisa também e achei o seguinte: houve sim um “combate” entre o F-18 Super Hornet e o Rafale, mas o Rafale naval, na ocasião em que os Rafales treinaram juntos com os Super Hornets do USS Theodore Roosevelt. Mas não achei o resultado deste “combate”, digo, treinamento. No site que pesquisei, dizem apenas que os Rafales Navais treinaram com os Super Hornets da USNavy, na ocasião, e que se mostraram “particularly well behaved”…Como entender essa expressão?!!! O que querem dizer com “bem comportado”? Especialmente quando quem diz isso é um Major General da França, encarregado pela Embaixada da França em Washington!!!…A frase denota o quê? Cortesia?!!! Relações públicas?? Política da boa-vizinhança??? Os Rafales navais e sairam bem??? Mais ou menos??? Afundaram o Teodore Roosevelt???…enfim…O que pode significar o “bem comportado”? Não sei…

    a citação do major general Jean-Luc Delon, assim como as informações no exercício naval com a USNavy, está neste link (com fotos do Rafale voando junto com o Super Hornet, vale a pena conferir): http://www.militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=137433&page=4

    o link do Ministére de la Defense é: http://www.defense.gouv.fr/air/dicodsearch/dicodadvancedsearch

    Bem, fica aqui agora a questão pra ser melhor elucidada pelos amigos do blog.

    abraços

  40. caro Raphael,

    e não é que vc tem razão!!! O F-18 nem participou desta edição da Red Flag, eu fui conferir os participantes no site da Red Flag. De fato, na Red Flag 2008 o Rafale “lutou” contra os F-16, vários modelos e “blocks” (25, 40 e 50), além de terem treinado também contra os F-15 “agressores”, e pelo visto se saiu muito bem (entrei no site do Ministére de la defense de la France e achei umas informações por lá que reforça o que vc disse…existem vários links sobre a participação do Rafale na Red Flag no site do MD francês).

    Entretanto, fiz uma rápida pesquisa também e achei o seguinte: houve sim um “combate” entre o F-18 Super Hornet e o Rafale, mas o Rafale naval, na ocasião em que os Rafales treinaram juntos com os Super Hornets do USS Theodore Roosevelt. Mas não achei o resultado deste “combate”, digo, treinamento. No site que pesquisei, dizem apenas que os Rafales Navais treinaram com os Super Hornets da USNavy, na ocasião, e que se mostraram “particularly well behaved”…Como entender essa expressão?!!! O que querem dizer com “bem comportado”? Especialmente quando quem diz isso é um Major General da França, encarregado pela Embaixada da França em Washington!!!…A frase denota o quê? Cortesia?!!! Relações públicas?? Política da boa-vizinhança??? Os Rafales navais e sairam bem??? Mais ou menos??? Afundaram o Teodore Roosevelt???…enfim…O que pode significar o “bem comportado”? Não sei…

    a citação do major general Jean-Luc Delon, assim como as informações no exercício naval com a USNavy, está neste link (com fotos do Rafale voando junto com o Super Hornet, vale a pena conferir): http://www.militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=137433&page=4

    o link do Ministére de la Defense é: http://www.defense.gouv.fr/air/dicodsearch/dicodadvancedsearch

    Bem, fica aqui agora a questão pra ser melhor elucidada pelos amigos do blog.

    abraços

  41. O RED FLAG parece não ter sido muito bom para o Su35, assim como para o Gripen… A assinatura no radar do Su35 deve ser do tamanho do maracanã.
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?nrnot=687
    O Typhoon com estas entradas de ar muito baixas devem sofrer com danos aos compressores das turbinas Rolls Royce. Alguém percebeu a fuligem na lateral da fuselagem causada pelo gerador auxiliar. Interessante para um projeto milionário como esse.

  42. O RED FLAG parece não ter sido muito bom para o Su35, assim como para o Gripen… A assinatura no radar do Su35 deve ser do tamanho do maracanã.
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?nrnot=687
    O Typhoon com estas entradas de ar muito baixas devem sofrer com danos aos compressores das turbinas Rolls Royce. Alguém percebeu a fuligem na lateral da fuselagem causada pelo gerador auxiliar. Interessante para um projeto milionário como esse.

  43. Hornet! o que tu quer eu também quero, e acho que a maioria quer, o problema é o Brasil e seus “comandantes” fogo de palha, que logo se corrompem ou disvirtuam-se da idéia e do contexto, principalmente se a coisa demora, as cabeças mudam com facilidade! e, pelo jeito que anda, vai acontecer o que sempre acontece, solução provisória para sempre! meu pensamento. Torço para que tu estejas certo! porém como este blog é pra atiçar e motivar-nos a debater, tenho que temperará-lo com meu pessimismo : ) ! grande abraço teacher!
    Francisco

  44. Hornet! o que tu quer eu também quero, e acho que a maioria quer, o problema é o Brasil e seus “comandantes” fogo de palha, que logo se corrompem ou disvirtuam-se da idéia e do contexto, principalmente se a coisa demora, as cabeças mudam com facilidade! e, pelo jeito que anda, vai acontecer o que sempre acontece, solução provisória para sempre! meu pensamento. Torço para que tu estejas certo! porém como este blog é pra atiçar e motivar-nos a debater, tenho que temperará-lo com meu pessimismo : ) ! grande abraço teacher!
    Francisco

  45. Só tenho a dizer uma coisa: A única capacidade, digamos, superior do SH frente ao Rafale, me parece, é seu radar AESA de mairo alcance, porém o sistema espectra, se funciona como promete, equilibra ou suplanta este aspecto, como já disseram e li, o radar AESA do SH vai bem em varreduras navais, se o confronto desce para níveis mais, digamos, do mar, em região com relevo diversificado, ele se torna mais manso. Acredito que, por razões óbvias, pois é um projeto mais novo que o SH, é só olhar seu desenho, com caracteristicas menos reflexivas, o Rafale deva ser mais eficiente no quesito furtividade, e se as coisas partirem par o dogfight dae não tem comparação, ouvi de um piloto do 14, que pilotos americanos qualificam o SH em manobrabilidade, inferior a todos os caças modernos da atualidade! neste ponto os SUs, F-16, Mirage 2000, Rafale, Typhoon, F-15, Mig-29 além é claro do F-22, reinam absolutamente sobre o SH. Abraços!
    Francisco

  46. Só tenho a dizer uma coisa: A única capacidade, digamos, superior do SH frente ao Rafale, me parece, é seu radar AESA de mairo alcance, porém o sistema espectra, se funciona como promete, equilibra ou suplanta este aspecto, como já disseram e li, o radar AESA do SH vai bem em varreduras navais, se o confronto desce para níveis mais, digamos, do mar, em região com relevo diversificado, ele se torna mais manso. Acredito que, por razões óbvias, pois é um projeto mais novo que o SH, é só olhar seu desenho, com caracteristicas menos reflexivas, o Rafale deva ser mais eficiente no quesito furtividade, e se as coisas partirem par o dogfight dae não tem comparação, ouvi de um piloto do 14, que pilotos americanos qualificam o SH em manobrabilidade, inferior a todos os caças modernos da atualidade! neste ponto os SUs, F-16, Mirage 2000, Rafale, Typhoon, F-15, Mig-29 além é claro do F-22, reinam absolutamente sobre o SH. Abraços!
    Francisco

  47. O cronograma do FX2 esta andando muito rápido e demonstra muita seriedade. Não adianta criticar os comandantes militares, pois só quem está lá dentro do governo é que sabe como as coisas funcionam. O cargo de ministro e de comandante das FFAA é político e depende da escolha do presidente. Falar que não sofrem pressões políticas é mentira. Agora, para um governo em que os políticos sempre foram de esquerda, teria que dar pela lógica o SU 35, mas não foi isso que aconteceu. Pressão americana? também não sei. Só sei que a coisa está andando. Falar do PAK 50 é meio complicado, pois os Americanos estão desenvolvendo esta tecnologia a mais de 2 décadas e duvido que os russos de um dia para outro fabrica um avião desses. Só para encerrar, o Soviéticos (hoje russos) sepre estiveram na rabeira dos outros. Copiaram os motores (turbos) ingleses, o Mirage, o concorde, e até o F15. Não acredito muito neles como também não acredito que os aviões do chavinho é novo e de última geração.

  48. O cronograma do FX2 esta andando muito rápido e demonstra muita seriedade. Não adianta criticar os comandantes militares, pois só quem está lá dentro do governo é que sabe como as coisas funcionam. O cargo de ministro e de comandante das FFAA é político e depende da escolha do presidente. Falar que não sofrem pressões políticas é mentira. Agora, para um governo em que os políticos sempre foram de esquerda, teria que dar pela lógica o SU 35, mas não foi isso que aconteceu. Pressão americana? também não sei. Só sei que a coisa está andando. Falar do PAK 50 é meio complicado, pois os Americanos estão desenvolvendo esta tecnologia a mais de 2 décadas e duvido que os russos de um dia para outro fabrica um avião desses. Só para encerrar, o Soviéticos (hoje russos) sepre estiveram na rabeira dos outros. Copiaram os motores (turbos) ingleses, o Mirage, o concorde, e até o F15. Não acredito muito neles como também não acredito que os aviões do chavinho é novo e de última geração.

  49. Para se diminuir o arrasto e o RCS de um caça, muitas idéias são adotados. O uso de um “compartimento interno de armas” é sem dúvida o mais efetivo e é típico nos caças de quinta geração.
    Nos caças de geração anterior, vários “truques” são possíveis, tais como: compartimentos embutidos para mísseis, tanques conformais, míssil na ponta das asas, cabides incorporando um certo grau de “furtividade”, armas stealths ou pelo menos com cobertura RAM, etc.
    Os Typhons incorporam várias destas medidas, como as ranhuras embutidas para os AMRAAM (e Meteor) e está sendo projetado um tanque conformal. Interessante é não ter previsão para mísseis nas pontas das asas.

  50. Para se diminuir o arrasto e o RCS de um caça, muitas idéias são adotados. O uso de um “compartimento interno de armas” é sem dúvida o mais efetivo e é típico nos caças de quinta geração.
    Nos caças de geração anterior, vários “truques” são possíveis, tais como: compartimentos embutidos para mísseis, tanques conformais, míssil na ponta das asas, cabides incorporando um certo grau de “furtividade”, armas stealths ou pelo menos com cobertura RAM, etc.
    Os Typhons incorporam várias destas medidas, como as ranhuras embutidas para os AMRAAM (e Meteor) e está sendo projetado um tanque conformal. Interessante é não ter previsão para mísseis nas pontas das asas.

  51. Senhores,
    não existe isto de geração de caça de 4º G e meia. Isto é só maneira de falar e não tem nada de oficial.
    O exemplo clássico do caça de quarta geração é e sempre foi o F-16. Como foram criados novos caças europeus (Rafale, Typhon, Gripen) após o F-16, houve esta onda de caça de quarta geração e meia, ou de quarta geração seguido de um monte de cruzinhas (+).
    Isto não quer dizer absolutamente nada em relação ao caça em sí.
    Não é porque um determinado caça incorpora este ou aquele radar, capacidade melhor ou pior de fusão de dados, data-link, etc, que a sua classificação muda, já que tais upgrades são passíveis de serem feitos até em um caça de terceira geração (vide F-5M).
    Não podemos entrar na onda de vendedores de caças. Existem os caças de quarta geração com este ou aquele pacote eletrônico, com ou sem uma significativa redução da RCS, etc.
    Eu, por exemplo sou da geração de 60 (a melhor safra, diga-se de passagem) e quando estou com meu celular ou meu notebok não me torno um jovem da geração de 90. Continuo sendo um” garotão” da geração de 60 com um pinduricalho à mais.

  52. Senhores,
    não existe isto de geração de caça de 4º G e meia. Isto é só maneira de falar e não tem nada de oficial.
    O exemplo clássico do caça de quarta geração é e sempre foi o F-16. Como foram criados novos caças europeus (Rafale, Typhon, Gripen) após o F-16, houve esta onda de caça de quarta geração e meia, ou de quarta geração seguido de um monte de cruzinhas (+).
    Isto não quer dizer absolutamente nada em relação ao caça em sí.
    Não é porque um determinado caça incorpora este ou aquele radar, capacidade melhor ou pior de fusão de dados, data-link, etc, que a sua classificação muda, já que tais upgrades são passíveis de serem feitos até em um caça de terceira geração (vide F-5M).
    Não podemos entrar na onda de vendedores de caças. Existem os caças de quarta geração com este ou aquele pacote eletrônico, com ou sem uma significativa redução da RCS, etc.
    Eu, por exemplo sou da geração de 60 (a melhor safra, diga-se de passagem) e quando estou com meu celular ou meu notebok não me torno um jovem da geração de 90. Continuo sendo um” garotão” da geração de 60 com um pinduricalho à mais.

  53. Assisti agora a pouco a todos os vídeos disponíveis do HChannel Future Dog Fight. É muito divertido a visão que a mídia vende ao público americano sobre o potêncial de suas plataformas stealth. Claro, isto deve existir, senão quem pagará estes projetos milionários. A visão do programa é extremamente otimista quando a performance do F22 e do futuro F35 em um teatro futuro de combate aéreo. O Rafale estava lá demonstrando todo seu potêncial e sua incapacidade de combate frente o F22. O que achei mais divertido foi a utilização de drones iscas para ativação de radares de defesa para a engajamento dos F35 e mísseis anti-radiação. Não é bom pensar que só os americanos dispõe de táticas “espertas” de combate, e isso até foi mostrado no programa uma vez que mostrou um F117 abatido no Kosovo na Guerra dos Balcãs. Acredito que o F22 assim como o F35 são plataformas de combate que tendem a ter seu número reduzido, devido seu alto custo de operação e aquisição. Veremos por muito tempo ainda F16, F18, F15, B52 e os B1Bs nos céus do mundo. Depois virão UACVs comandados remotamente, isso se os CHineses e Russos não destruírem os Satélites de comunicação, GPS, controle americanos.

  54. Assisti agora a pouco a todos os vídeos disponíveis do HChannel Future Dog Fight. É muito divertido a visão que a mídia vende ao público americano sobre o potêncial de suas plataformas stealth. Claro, isto deve existir, senão quem pagará estes projetos milionários. A visão do programa é extremamente otimista quando a performance do F22 e do futuro F35 em um teatro futuro de combate aéreo. O Rafale estava lá demonstrando todo seu potêncial e sua incapacidade de combate frente o F22. O que achei mais divertido foi a utilização de drones iscas para ativação de radares de defesa para a engajamento dos F35 e mísseis anti-radiação. Não é bom pensar que só os americanos dispõe de táticas “espertas” de combate, e isso até foi mostrado no programa uma vez que mostrou um F117 abatido no Kosovo na Guerra dos Balcãs. Acredito que o F22 assim como o F35 são plataformas de combate que tendem a ter seu número reduzido, devido seu alto custo de operação e aquisição. Veremos por muito tempo ainda F16, F18, F15, B52 e os B1Bs nos céus do mundo. Depois virão UACVs comandados remotamente, isso se os CHineses e Russos não destruírem os Satélites de comunicação, GPS, controle americanos.

  55. O F-22 e o F-35 (que é sim um legítimo caça de quinta geração) são superiores a qualquer caça em relação ao combate BVR. O pacote aerodinâmico associado a motorização, o pacote eletrônico, e a incorporação da tecnologia stealth em sua plenitude fazem estes caças superiores a todos.
    Embora possam parecer caças “normais” eles incorporam a tecnologia stealth que até então parecia estar restrita a aeronaves lentas e de baixa performance aerodinâmica. A união de uma alta performance (aerodinâmica e motor) com a “invisibilidade” é que foi o fator determinante da superioridade dos mesmos e é o que determina a sua classificação como sendo de quinta geração.
    Não é ter ou não supercruzeiro, vetoração de empuxo, radar AESA, capacete com visor, não ter o HUD, etc. Não são estes os critérios que separam a quarta da quinta geração.
    O único diferencial visual entre os caças de quinta geração existentes, e os de quarta geração, é a existência nos primeiros de um compartimento de armas interno, que tanto favorece a aerodinâmica como possibilita a furtividade em seu grau máximo.

  56. O F-22 e o F-35 (que é sim um legítimo caça de quinta geração) são superiores a qualquer caça em relação ao combate BVR. O pacote aerodinâmico associado a motorização, o pacote eletrônico, e a incorporação da tecnologia stealth em sua plenitude fazem estes caças superiores a todos.
    Embora possam parecer caças “normais” eles incorporam a tecnologia stealth que até então parecia estar restrita a aeronaves lentas e de baixa performance aerodinâmica. A união de uma alta performance (aerodinâmica e motor) com a “invisibilidade” é que foi o fator determinante da superioridade dos mesmos e é o que determina a sua classificação como sendo de quinta geração.
    Não é ter ou não supercruzeiro, vetoração de empuxo, radar AESA, capacete com visor, não ter o HUD, etc. Não são estes os critérios que separam a quarta da quinta geração.
    O único diferencial visual entre os caças de quinta geração existentes, e os de quarta geração, é a existência nos primeiros de um compartimento de armas interno, que tanto favorece a aerodinâmica como possibilita a furtividade em seu grau máximo.

  57. A adoção por parte do F-22 de mísseis nos cabides das asas faz a sua “furtividade” decair a ponto de perder a iniciativa e a surpresa, tornando-o de imediato um caça de quarta geração. Aí, vale quem tem o melhor radar, os mísseis de maior alcance, melhor suíte de contramedidas, etc.

  58. A adoção por parte do F-22 de mísseis nos cabides das asas faz a sua “furtividade” decair a ponto de perder a iniciativa e a surpresa, tornando-o de imediato um caça de quarta geração. Aí, vale quem tem o melhor radar, os mísseis de maior alcance, melhor suíte de contramedidas, etc.

  59. Não me sai da cabeça a fuligem na fuselagem do Eurofighter Typhoon das fotos, na base da asa… Se fosse no Brasil, já teria gente reclamando do combustível nacional… Seria uma turbina+gerador auxiliar de força mal localizada? Acho que o franceses fizeram certo em pular fora de um projeto que têm espanhóis e italianos juntos…

  60. Não me sai da cabeça a fuligem na fuselagem do Eurofighter Typhoon das fotos, na base da asa… Se fosse no Brasil, já teria gente reclamando do combustível nacional… Seria uma turbina+gerador auxiliar de força mal localizada? Acho que o franceses fizeram certo em pular fora de um projeto que têm espanhóis e italianos juntos…

  61. Amigo Bosco,

    “panela véia é que faz comida boa”…rs.rs.rs….também sou desta safra dos 60, a melhor de todas…rs.rs.rs.

    um forte abraço

  62. Amigo Bosco,

    “panela véia é que faz comida boa”…rs.rs.rs….também sou desta safra dos 60, a melhor de todas…rs.rs.rs.

    um forte abraço

  63. Que sacanagem!!! Hoje e Sabado,to doido para comer uma feijoada com farofa e guarana brama,mas aqui so existe a 80 milhas de distancia,e mesmo assim muito ruim. Ah,que saudade do Brasil…

  64. Que sacanagem!!! Hoje e Sabado,to doido para comer uma feijoada com farofa e guarana brama,mas aqui so existe a 80 milhas de distancia,e mesmo assim muito ruim. Ah,que saudade do Brasil…

  65. Caro Robson br,

    concordo com o que vc escreveu, só discordo num ponto: a Russia é um país de esquerda?!!! Acho que a Russia é tão de esquerda quanto o Bush e o Chávez…hehehehe

    A URSS (que no meu modo de ver também não era exatamente de esquerda, ao menos não no sentido clássico das ciências política, mas essa é uma longa discussão) acabou. Como eu já disse certa vez aqui no Blog, a Russia tem mais de mil anos de história. A URSS, comparativamente, durou só “uma semana” em todo este tempo da história da Russia.

    E se formos agora pensar pela lógica do alinhamento político entre os governantes, deve dar o Super Hornet, pois o Obama (por quem o Lula nutre totais simpatias, já declaradas) é muito mais de esquerda que o Sarkozy e o rei da Suécia juntos…veja como esse mundo dá voltas!!! Por isso que concordo contigo, tais questões de alinhamento político entre governos não estão (e nem podem estar, pois o mundo muda rapidamente) na mesa de negociação do FX-2.(O alinhamento político pode ser pensado em termos estratégicos, para longo prazo, e não em termos conjunturais).

    Mas de resto penso parecido a vc.

    um forte abraço

  66. Caro Robson br,

    concordo com o que vc escreveu, só discordo num ponto: a Russia é um país de esquerda?!!! Acho que a Russia é tão de esquerda quanto o Bush e o Chávez…hehehehe

    A URSS (que no meu modo de ver também não era exatamente de esquerda, ao menos não no sentido clássico das ciências política, mas essa é uma longa discussão) acabou. Como eu já disse certa vez aqui no Blog, a Russia tem mais de mil anos de história. A URSS, comparativamente, durou só “uma semana” em todo este tempo da história da Russia.

    E se formos agora pensar pela lógica do alinhamento político entre os governantes, deve dar o Super Hornet, pois o Obama (por quem o Lula nutre totais simpatias, já declaradas) é muito mais de esquerda que o Sarkozy e o rei da Suécia juntos…veja como esse mundo dá voltas!!! Por isso que concordo contigo, tais questões de alinhamento político entre governos não estão (e nem podem estar, pois o mundo muda rapidamente) na mesa de negociação do FX-2.(O alinhamento político pode ser pensado em termos estratégicos, para longo prazo, e não em termos conjunturais).

    Mas de resto penso parecido a vc.

    um forte abraço

  67. João,

    pra ajudar a diminuir um pouco suas saudades (e atiçar mais sua fome..rs.rs.), entra neste link aqui: http://www.youtube.com/watch?v=fvMGxfq8Lig

    Eu sei como é duro ficar longe do Brasil, já passei por isso…a gente sente falta de tudo, não é só da feijoada…eu sentia muita falta dos meus amigos, e olha que nem fiquei muito tempo fora, foi só alguns meses (fui fazer parte do meu doutorado na Inglaterra)…mas como eu sou apegado aos amigos e ao Brasil, parecia que era uma eternidade…

    um forte abraço

  68. João,

    pra ajudar a diminuir um pouco suas saudades (e atiçar mais sua fome..rs.rs.), entra neste link aqui: http://www.youtube.com/watch?v=fvMGxfq8Lig

    Eu sei como é duro ficar longe do Brasil, já passei por isso…a gente sente falta de tudo, não é só da feijoada…eu sentia muita falta dos meus amigos, e olha que nem fiquei muito tempo fora, foi só alguns meses (fui fazer parte do meu doutorado na Inglaterra)…mas como eu sou apegado aos amigos e ao Brasil, parecia que era uma eternidade…

    um forte abraço

  69. O Brasil já conta com caças de quarta geração, que são os Mirages 2000. Também a FAB possui caças de terceira geração com aviônica modernizada (F-5M)
    Se nossos Mirages fossem novos, em número suficiente (pelo menos 36) e de uma versão capaz de operar os Micas, devido aos cenários possíveis dentro do nosso TO, não precisaríamos de nada melhor por um bom tempo. Isso é claro, se todos os F-5 e AMX fossem modernizados, e se fossem adquiridos armas (mísseis Derby, kits de bombas guiadas, Python IV, casulos de ECM, casulos de designação de alvos, mísseis anti-navio, etc) para os mesmos em número compatível.
    O F-X2 poderia então ser um caça pensado para substituir no futuro todos os F-5 e os AMX em médio prazo. Aí sim poderíamos sonhar com um caça de quinta geração (F-X3) para a substituição dos Mirages no final de sua vida útil.

    Um abraço pra você também meu caro Hornet.

  70. O Brasil já conta com caças de quarta geração, que são os Mirages 2000. Também a FAB possui caças de terceira geração com aviônica modernizada (F-5M)
    Se nossos Mirages fossem novos, em número suficiente (pelo menos 36) e de uma versão capaz de operar os Micas, devido aos cenários possíveis dentro do nosso TO, não precisaríamos de nada melhor por um bom tempo. Isso é claro, se todos os F-5 e AMX fossem modernizados, e se fossem adquiridos armas (mísseis Derby, kits de bombas guiadas, Python IV, casulos de ECM, casulos de designação de alvos, mísseis anti-navio, etc) para os mesmos em número compatível.
    O F-X2 poderia então ser um caça pensado para substituir no futuro todos os F-5 e os AMX em médio prazo. Aí sim poderíamos sonhar com um caça de quinta geração (F-X3) para a substituição dos Mirages no final de sua vida útil.

    Um abraço pra você também meu caro Hornet.

  71. Po,Hornet,valeu o video. Ate o cachorro come feixoada,que inveja dele,e secanagem,ne??? O meu tio tinha uma Kombi igualzinha,tambem. Os unicos amigos brasileiros,que como eu naufragaram aqui um dia, tao no jiu-jitsu,a gente treina tudo la no graciebarra,aqui esta o site…http://www.graciebarraventura.com/ Realmente e uma saudade imensa do Brasil. Nao sei no campo das FAAS,mais posso assegurar que,condenado a cadeia perpetua de comida americana…A COMIDA BRASILEIRA E A MELHOR DO MUNDO!!!!!!!!!!!!!! Um Forte Abraco.

  72. Po,Hornet,valeu o video. Ate o cachorro come feixoada,que inveja dele,e secanagem,ne??? O meu tio tinha uma Kombi igualzinha,tambem. Os unicos amigos brasileiros,que como eu naufragaram aqui um dia, tao no jiu-jitsu,a gente treina tudo la no graciebarra,aqui esta o site…http://www.graciebarraventura.com/ Realmente e uma saudade imensa do Brasil. Nao sei no campo das FAAS,mais posso assegurar que,condenado a cadeia perpetua de comida americana…A COMIDA BRASILEIRA E A MELHOR DO MUNDO!!!!!!!!!!!!!! Um Forte Abraco.

  73. valeu, Bosco!

    João, atualmente eu estou morando em Campinas (interior de SP)…mas como trabalho numa universidade, na verdade moro na estrada, pois fico indo e vindo pra todo lado, é um congresso aqui um não sei o quê ali e assim vai…rs.

    A Califórnia deve ser bem legal. Eu não conheço, mas deve ser bem legal.

    sorte aí nos “states”!!!

    abraços aos amigos

  74. valeu, Bosco!

    João, atualmente eu estou morando em Campinas (interior de SP)…mas como trabalho numa universidade, na verdade moro na estrada, pois fico indo e vindo pra todo lado, é um congresso aqui um não sei o quê ali e assim vai…rs.

    A Califórnia deve ser bem legal. Eu não conheço, mas deve ser bem legal.

    sorte aí nos “states”!!!

    abraços aos amigos

  75. Cara! Que vídeo maneiro!
    Até eu que já almocei fiquei com fome.
    O Chico como sempre mostra a sua genialidade.
    Até quem não é da safra de 60 tem que admitir.
    Outro abraço!

    João,
    eu sou o maior fã de vale-tudo e do nosso Jiu-Jitsu.
    Minhas duas paixões, tirando a minha profissão (e um monte de gente) são o vale-tudo e tecnologia militar.
    Um abraço.

  76. Cara! Que vídeo maneiro!
    Até eu que já almocei fiquei com fome.
    O Chico como sempre mostra a sua genialidade.
    Até quem não é da safra de 60 tem que admitir.
    Outro abraço!

    João,
    eu sou o maior fã de vale-tudo e do nosso Jiu-Jitsu.
    Minhas duas paixões, tirando a minha profissão (e um monte de gente) são o vale-tudo e tecnologia militar.
    Um abraço.

  77. João, o vídeo não foi pra sacanear, te juro! Foi no sentido de ajudar a vc manter contato com as coisas do Brasil, especialmente num sabadão como esse…

    abração

    ps. Comida americana? What fuck is this? isso não existe, é só uma ilusão de ótica…rs.rs.rs.

  78. João, o vídeo não foi pra sacanear, te juro! Foi no sentido de ajudar a vc manter contato com as coisas do Brasil, especialmente num sabadão como esse…

    abração

    ps. Comida americana? What fuck is this? isso não existe, é só uma ilusão de ótica…rs.rs.rs.

  79. Pois é, Bosco, nós da safra de 60…o “nós” no caso somos eu, vc, o CHICO BUARQUE (que nasceu artisticamente nos 60)…hehehe…estamos com tudo e não estamos pra prosa…rs.rs.rs.

    um forte abraço

  80. Pois é, Bosco, nós da safra de 60…o “nós” no caso somos eu, vc, o CHICO BUARQUE (que nasceu artisticamente nos 60)…hehehe…estamos com tudo e não estamos pra prosa…rs.rs.rs.

    um forte abraço

  81. Hornet,tava brincando,adorei o video. Mas claro,a melancolia aflorou,ne. RSRSRS Aqui esta o cardapio da comida americana…Jack in the Box,McDonalds,TacoBell,Burger King,etc…Realmente,you’re right. No such thing as “american food”. O que existe sao milhares de variacoes de fazer um hamburger com batatas fritas. O outro dia fui em Venice e quase cai da moto quando vi um cartaz que dizia: Caldo De Cana. haha!!! Quem diria…Dei um u-turn,conheci outro naufrago brasileiro,e rapidamente consumi um litro deste liquido invigorante, por aqui rarissimo e exotico. Bosco,tambem adoro o Jiu-Jitsu,na realidade e a unica coisa do Brasil que mantenho comigo todos os dias. Um Abracao.

  82. Hornet,tava brincando,adorei o video. Mas claro,a melancolia aflorou,ne. RSRSRS Aqui esta o cardapio da comida americana…Jack in the Box,McDonalds,TacoBell,Burger King,etc…Realmente,you’re right. No such thing as “american food”. O que existe sao milhares de variacoes de fazer um hamburger com batatas fritas. O outro dia fui em Venice e quase cai da moto quando vi um cartaz que dizia: Caldo De Cana. haha!!! Quem diria…Dei um u-turn,conheci outro naufrago brasileiro,e rapidamente consumi um litro deste liquido invigorante, por aqui rarissimo e exotico. Bosco,tambem adoro o Jiu-Jitsu,na realidade e a unica coisa do Brasil que mantenho comigo todos os dias. Um Abracao.

  83. João,

    o Galante logo logo expulsa a gente daqui se continuarmos a falar de comida, mas só pra concluir: a comida americana é um horror, mas vc precisa ver a a inglesa…aquilo sim é um lixão: variações sobre a batata, esse é o resumo que eu faço da comida da Rainha. Credo!!!

    Mas pra gente não ser expulso do site, vamos voltar ao tema:

    Bonito esse avião aí das fotos, né? Ele tem um nariz com um “bigode”, já reparou? Olhando de frente, os carnards não parecem um “bigode”? Mas ainda assim prefiro o nosso Xavante…rs.rs.rs.

    um grande abraço

  84. João,

    o Galante logo logo expulsa a gente daqui se continuarmos a falar de comida, mas só pra concluir: a comida americana é um horror, mas vc precisa ver a a inglesa…aquilo sim é um lixão: variações sobre a batata, esse é o resumo que eu faço da comida da Rainha. Credo!!!

    Mas pra gente não ser expulso do site, vamos voltar ao tema:

    Bonito esse avião aí das fotos, né? Ele tem um nariz com um “bigode”, já reparou? Olhando de frente, os carnards não parecem um “bigode”? Mas ainda assim prefiro o nosso Xavante…rs.rs.rs.

    um grande abraço

  85. Eu tambem prefiro o Xavante,Hornet. Aquilo sim que e tecnologia de ponta… Realmente,esse Eurofighter e bonitao,mesmo. Parece o filhote do Grippen com o Mirage 2000. rsrsrs. Mas claro,quando chegarem os X-Wing BR para a FAB,vao estar em apuros. Abracao.

  86. Eu tambem prefiro o Xavante,Hornet. Aquilo sim que e tecnologia de ponta… Realmente,esse Eurofighter e bonitao,mesmo. Parece o filhote do Grippen com o Mirage 2000. rsrsrs. Mas claro,quando chegarem os X-Wing BR para a FAB,vao estar em apuros. Abracao.

  87. Não mauro vai alcançar os mesmos 400 km do radar do SU-35BM só que vai ser AESA e vai se chamar SH-121, que está sendo desenvolvido pela Tikhomirov NIIP e que deriva do modelo Irbis E (N035E) usado no poderoso Sukhoi Su-35BM.
    O alcance do Irbis E (N035E) é de 400 km contra alvos de 3m2 de RCS voando alto.
    Certamente terá, também uma grande capacidade multialvos, como no Irbis E, podendo engajar, pelo menos, 8 alvos simultaneamente, além, é claro, de engajar alvos de superfície. A varredura do radar é feita em ângulos de até 60º em todas as direções. Outra característica desse radar é a capacidade de operar uma suíte de guerra eletrônica, de forma que ele pode interferir nas emissões dos radares inimigos.
    Só lembrando a família Flanker é uma familia de aeronaves de sucesso e estão em desenvolvimento desde antes da década de 80 sim na mesma época que o F-15 foi desenvolvido alias espiões americano espionarão o SU-35 para usar tecnologias em seu projeto, o SU-35 BM vai ser produzido em série em 2011 e se fosse adquirido pelo Brasil poderia ser entregue em 2012 e se você não sabe o Rafale o Eurofighter também deriva desta época e nem todas as versões estão operacionais mesmo caso da família Flanker.
    Às vezes temos que evitar responder algumas coisas, pois vemos o desconhecimento de certas pessoas o que quase me faz chorar.

  88. Não mauro vai alcançar os mesmos 400 km do radar do SU-35BM só que vai ser AESA e vai se chamar SH-121, que está sendo desenvolvido pela Tikhomirov NIIP e que deriva do modelo Irbis E (N035E) usado no poderoso Sukhoi Su-35BM.
    O alcance do Irbis E (N035E) é de 400 km contra alvos de 3m2 de RCS voando alto.
    Certamente terá, também uma grande capacidade multialvos, como no Irbis E, podendo engajar, pelo menos, 8 alvos simultaneamente, além, é claro, de engajar alvos de superfície. A varredura do radar é feita em ângulos de até 60º em todas as direções. Outra característica desse radar é a capacidade de operar uma suíte de guerra eletrônica, de forma que ele pode interferir nas emissões dos radares inimigos.
    Só lembrando a família Flanker é uma familia de aeronaves de sucesso e estão em desenvolvimento desde antes da década de 80 sim na mesma época que o F-15 foi desenvolvido alias espiões americano espionarão o SU-35 para usar tecnologias em seu projeto, o SU-35 BM vai ser produzido em série em 2011 e se fosse adquirido pelo Brasil poderia ser entregue em 2012 e se você não sabe o Rafale o Eurofighter também deriva desta época e nem todas as versões estão operacionais mesmo caso da família Flanker.
    Às vezes temos que evitar responder algumas coisas, pois vemos o desconhecimento de certas pessoas o que quase me faz chorar.

  89. Ainda vejo muita conversa e palpites discriminarorios contra avioes russos. Eu nao vou mentir,acho que o Su-30 e 35 teriam sido uma otima opcao,assim como participar no PAK T-50,para a FAB. Eu amo o Brasil,mas gostaria muito de ver mais competencia nas decisoes governamentais. A unica maneira de ter tomado uma decisao correta neste caso teria sido trazer o SU-30,o Rafale,e o Grippen e talvez ate mesmo o F-18 Hornet e colocar los nas maos de pilotos da FAB por duas semanas. Para um projeto que cada dia se alarga mais,nao seria nada fora das possibilidades do Brasil.Desta forma se poderia fazer um real “test-drive” de todos os sistemas de radar,armas e voo,decolagem e aterrisagem em pistas imperfeitas e inclusive combates aereos simulados entre os concorrentes,tudo baixo as lentes das cameras assim como os desempenhos, evaluados por uma comissao da FAB. Quem ganhasse,ganharia. E ganharia o Brasil,tambem. So assim teriamos um resultado real e tomariamos a melhor decisao. De outra maneira,a dura verdade e que nunca saberemos,a menos que ocorra o cenario improvavel de um conflito real entre estes belos avioes de combate. E so para terminar,eu tambem adoro o History Channel,e os efeitos especiais CGI para recontar dogfights do passado. Mas as vezes acho que sao muito parciais,dai partindo para difundir o mito que tudo do Oeste e muito superior a qualquer coisa “do outro lado” . Um abraco.

  90. Ainda vejo muita conversa e palpites discriminarorios contra avioes russos. Eu nao vou mentir,acho que o Su-30 e 35 teriam sido uma otima opcao,assim como participar no PAK T-50,para a FAB. Eu amo o Brasil,mas gostaria muito de ver mais competencia nas decisoes governamentais. A unica maneira de ter tomado uma decisao correta neste caso teria sido trazer o SU-30,o Rafale,e o Grippen e talvez ate mesmo o F-18 Hornet e colocar los nas maos de pilotos da FAB por duas semanas. Para um projeto que cada dia se alarga mais,nao seria nada fora das possibilidades do Brasil.Desta forma se poderia fazer um real “test-drive” de todos os sistemas de radar,armas e voo,decolagem e aterrisagem em pistas imperfeitas e inclusive combates aereos simulados entre os concorrentes,tudo baixo as lentes das cameras assim como os desempenhos, evaluados por uma comissao da FAB. Quem ganhasse,ganharia. E ganharia o Brasil,tambem. So assim teriamos um resultado real e tomariamos a melhor decisao. De outra maneira,a dura verdade e que nunca saberemos,a menos que ocorra o cenario improvavel de um conflito real entre estes belos avioes de combate. E so para terminar,eu tambem adoro o History Channel,e os efeitos especiais CGI para recontar dogfights do passado. Mas as vezes acho que sao muito parciais,dai partindo para difundir o mito que tudo do Oeste e muito superior a qualquer coisa “do outro lado” . Um abraco.

  91. João,
    colocar um avião na mão de pilotos para teste drive por duas semanas é de mais, vc não acha? Vai rolar rolar muito sentimentalismo e coisas pessoais. Um arma aérea de combate é um conjunto de avião + sistemas e não envolve somente os pilotos mas também o pessoal de terra. Todos tem que ser ouvidos. Por um aparelho passa por várias gerações de pilotos já que ele fica operacional por várias décadas, dar algumas voltinhas não são suficientes para avaliar o aparelho. Será que durante a vida útil de um avião ele vai ter facilidade de repor peças e atualização. Tudo tem que ser analisado. A estrutura e a doutrina existente na FAB não é para aviões Russos. Acredito que nem na venezuela (vamos ver quando Chaves sair). Para quem pensa em 20, 30 anos ou mais que é a vida útil de um equipamento, algumas 2 semanas de teste drive não vai fazer muita diferença.

  92. João,
    colocar um avião na mão de pilotos para teste drive por duas semanas é de mais, vc não acha? Vai rolar rolar muito sentimentalismo e coisas pessoais. Um arma aérea de combate é um conjunto de avião + sistemas e não envolve somente os pilotos mas também o pessoal de terra. Todos tem que ser ouvidos. Por um aparelho passa por várias gerações de pilotos já que ele fica operacional por várias décadas, dar algumas voltinhas não são suficientes para avaliar o aparelho. Será que durante a vida útil de um avião ele vai ter facilidade de repor peças e atualização. Tudo tem que ser analisado. A estrutura e a doutrina existente na FAB não é para aviões Russos. Acredito que nem na venezuela (vamos ver quando Chaves sair). Para quem pensa em 20, 30 anos ou mais que é a vida útil de um equipamento, algumas 2 semanas de teste drive não vai fazer muita diferença.

  93. Parabéns João concordo com você, mas nesse cenário também tem as transferências tecnológicas, compensações comercias, apoio logístico e treinamento juntando isso com o que você disse se da o processo de aquisição de aeronaves de combate e os Russos são os únicos que podem cumprir todos estes requisitos, sou eclético e imparcial porem sei o que é melhor e o que é pior e concordo plenamente com você pois numa aquisição tão complexa teríamos que fazer testes e comprovar suas verdadeiras capacidades e superioridades para então prosseguirmos para outra fase, você está totalmente certo.

  94. Parabéns João concordo com você, mas nesse cenário também tem as transferências tecnológicas, compensações comercias, apoio logístico e treinamento juntando isso com o que você disse se da o processo de aquisição de aeronaves de combate e os Russos são os únicos que podem cumprir todos estes requisitos, sou eclético e imparcial porem sei o que é melhor e o que é pior e concordo plenamente com você pois numa aquisição tão complexa teríamos que fazer testes e comprovar suas verdadeiras capacidades e superioridades para então prosseguirmos para outra fase, você está totalmente certo.

  95. Inicialmente, eu também torcia pelo SU-35 BM, ou melhor, achava que ele era o caça que o Brasil devia ter, entre outras coisas, porque o achava um caça moderno, grande e com muita resistência em combate (ao menos em tese, tudo em tese…só o tamanho dele que não era em “tese”, dá pra ver bem nas fotos)…além de possibilitar ao Brasil uma futura parceria com a Rússia no PAK-FA (em tese, também). Mas agora Inês é morta e não adianta chorar. Ele está fora do FX-2.

    Eu achava tudo isso do SU-35, mas estava apenas embasado nas minhas leituras de revistas e sites da internet, então não vou entrar no mérito da escolha da FAB…que acredito que se fez por várias maneiras, menos por critérios de leitura de revistas de aviação e blogs na net (ao menos em tese…espero!!! rs.).

    Não acho que tudo o que a FAB faz (ou fez) é correto, porque a FAB é composta de seres humanos “iguaiszinhos” a nós e portanto passíveis de erro. Também não acho que tudo o que o MD faz (ou fez) é lindo e maravilhoso. Mas uma coisa tenho cá comigo: eles estão numa posição privilegiada para tomar as decisões e nós não, e enquanto não soubermos todos os motivos que estão norteando essas decisões, não vou julgar nada e vou dar um voto de confiança tanto para a FAB como para o MD. Depois que sair o resultado do FX-2 e tudo for explicado, então farei as devidas críticas, como um cidadão qualquer, que apenas tem interesse nas questões de defesa do país. E crítica, só pra lembrar, não é apenas discordar ou condenar a decisão por motivos de gosto pessoal ou achismo. Criticar é também entender os caminhos escolhidos e ver se foram coerentes e se não existia um outro caminho alternativo melhor. Mas por enquanto não tenho como fazer crítica alguma ao processo do FX-2, pois temos poucas informações sobre o que está realmente norteando a escolha do nosso futuro caça.

    No mais, não gasto mais meu tempo com o SU-35 BM. Gosto de vê-lo, em fotos ou nos videos do youtube, porque gosto da aviação militar, e ele é um avião vistoso. Mas não gasto mais meu tempo com o SU-35 no FX-2, foi isso que eu quis dizer…só por um motivo: ele está FORA da disputa. Agora o que eu tento pensar, quando penso as questões do FX-2, é se faremos melhor negócio com a Suécia, com os EUA ou com a França, pois são essas a únicas possibilidades que temos. Tal como eu torcia antes pelo SU-35 BM, agora torço pelo Rafale, não por ser um caça fenomenal (embora ache que esteja no mesmo nível dos outros 2), mas pela parceria que a França está se dispondo a fazer com o Brasil. E acho que a FAB e o MD vão levar muito em consideração fatores externos ao caça para escolhê-lo, e isso não é “escolha política” no mal sentido, mas sim no bom, pois não estão escolhendo um sofá pra colocar na sala de espera do MD, mas sim um caça, um elemento de defesa da nação brasileira, e portanto, devem satisfações ao povo brasileiro sim…e essa decisão tem mesmo é que ser política, evidentemente calibrada com a escolha técnica…venho falando isso faz tempo aqui…

    abraços a todos

    ps. No meu modo de ver, não vale mais a pena gastar tempo com o SU-35, mas abro uma excessão aos comentários da Vovódka…Eu morro de rir com eles. Manda vê Vovódka!!! Tô contigo e não abro… Rumo ao FX-3…que venha o Medvedev com sua nova e irrecusável proposta…rs.rs.rs.

  96. Inicialmente, eu também torcia pelo SU-35 BM, ou melhor, achava que ele era o caça que o Brasil devia ter, entre outras coisas, porque o achava um caça moderno, grande e com muita resistência em combate (ao menos em tese, tudo em tese…só o tamanho dele que não era em “tese”, dá pra ver bem nas fotos)…além de possibilitar ao Brasil uma futura parceria com a Rússia no PAK-FA (em tese, também). Mas agora Inês é morta e não adianta chorar. Ele está fora do FX-2.

    Eu achava tudo isso do SU-35, mas estava apenas embasado nas minhas leituras de revistas e sites da internet, então não vou entrar no mérito da escolha da FAB…que acredito que se fez por várias maneiras, menos por critérios de leitura de revistas de aviação e blogs na net (ao menos em tese…espero!!! rs.).

    Não acho que tudo o que a FAB faz (ou fez) é correto, porque a FAB é composta de seres humanos “iguaiszinhos” a nós e portanto passíveis de erro. Também não acho que tudo o que o MD faz (ou fez) é lindo e maravilhoso. Mas uma coisa tenho cá comigo: eles estão numa posição privilegiada para tomar as decisões e nós não, e enquanto não soubermos todos os motivos que estão norteando essas decisões, não vou julgar nada e vou dar um voto de confiança tanto para a FAB como para o MD. Depois que sair o resultado do FX-2 e tudo for explicado, então farei as devidas críticas, como um cidadão qualquer, que apenas tem interesse nas questões de defesa do país. E crítica, só pra lembrar, não é apenas discordar ou condenar a decisão por motivos de gosto pessoal ou achismo. Criticar é também entender os caminhos escolhidos e ver se foram coerentes e se não existia um outro caminho alternativo melhor. Mas por enquanto não tenho como fazer crítica alguma ao processo do FX-2, pois temos poucas informações sobre o que está realmente norteando a escolha do nosso futuro caça.

    No mais, não gasto mais meu tempo com o SU-35 BM. Gosto de vê-lo, em fotos ou nos videos do youtube, porque gosto da aviação militar, e ele é um avião vistoso. Mas não gasto mais meu tempo com o SU-35 no FX-2, foi isso que eu quis dizer…só por um motivo: ele está FORA da disputa. Agora o que eu tento pensar, quando penso as questões do FX-2, é se faremos melhor negócio com a Suécia, com os EUA ou com a França, pois são essas a únicas possibilidades que temos. Tal como eu torcia antes pelo SU-35 BM, agora torço pelo Rafale, não por ser um caça fenomenal (embora ache que esteja no mesmo nível dos outros 2), mas pela parceria que a França está se dispondo a fazer com o Brasil. E acho que a FAB e o MD vão levar muito em consideração fatores externos ao caça para escolhê-lo, e isso não é “escolha política” no mal sentido, mas sim no bom, pois não estão escolhendo um sofá pra colocar na sala de espera do MD, mas sim um caça, um elemento de defesa da nação brasileira, e portanto, devem satisfações ao povo brasileiro sim…e essa decisão tem mesmo é que ser política, evidentemente calibrada com a escolha técnica…venho falando isso faz tempo aqui…

    abraços a todos

    ps. No meu modo de ver, não vale mais a pena gastar tempo com o SU-35, mas abro uma excessão aos comentários da Vovódka…Eu morro de rir com eles. Manda vê Vovódka!!! Tô contigo e não abro… Rumo ao FX-3…que venha o Medvedev com sua nova e irrecusável proposta…rs.rs.rs.

  97. Caro Hornet, o wellinton e’ o netinho que eu pedi pra Deus mas o bastardinho do meu filho com o Pavelzinho so’ me deu um neto inutil de verdade que trocou o teclado dessa porcaria de computador por um que a veia aqui nao acha mais acento nenhum e ja’ to veia demais pra ficar procurando, entao voce tabmem foi muito amavel agora, entao voce agora e’ meu netinho querido Hornet!!!! E e’ uma viuva de Sukhoi conformada!!!!! Nao se conforma nao que a vovo’ aqui nao vai durar pra sempre entao alguem tem que levantar a chama do FX3 e do 4 e do 5 pros Sukhoi sempre ganhar!!!!! O nosso lema tem que ser ” Sou Flankeiro e nao desisto nunca”!!!! E viva os netos da viuva!!!!!!

  98. Caro Hornet, o wellinton e’ o netinho que eu pedi pra Deus mas o bastardinho do meu filho com o Pavelzinho so’ me deu um neto inutil de verdade que trocou o teclado dessa porcaria de computador por um que a veia aqui nao acha mais acento nenhum e ja’ to veia demais pra ficar procurando, entao voce tabmem foi muito amavel agora, entao voce agora e’ meu netinho querido Hornet!!!! E e’ uma viuva de Sukhoi conformada!!!!! Nao se conforma nao que a vovo’ aqui nao vai durar pra sempre entao alguem tem que levantar a chama do FX3 e do 4 e do 5 pros Sukhoi sempre ganhar!!!!! O nosso lema tem que ser ” Sou Flankeiro e nao desisto nunca”!!!! E viva os netos da viuva!!!!!!

  99. kkkkkkkkkkkkk, muito bom VoVódka, valeu Hornet, acho que temos que ser coerentes, os 3 caças são ótimas plataformas porem não são o melhor para o nosso país e como Brasileiro quero o melhor para o meu país e sei que o Flanker é o melhor caminho, não concordo com o que o governo está fazendo é claro que está decisão esta sendo levado pelo lado político, acho que temos que levar em conta o caráter técnico e as transferências tecnológicas e as compensações comerciais, o Brasil merece o melhor.
    VoVódka concordo com o Hornet a senhora é a melhor viva a VoVódka e viva ao FX3…

  100. kkkkkkkkkkkkk, muito bom VoVódka, valeu Hornet, acho que temos que ser coerentes, os 3 caças são ótimas plataformas porem não são o melhor para o nosso país e como Brasileiro quero o melhor para o meu país e sei que o Flanker é o melhor caminho, não concordo com o que o governo está fazendo é claro que está decisão esta sendo levado pelo lado político, acho que temos que levar em conta o caráter técnico e as transferências tecnológicas e as compensações comerciais, o Brasil merece o melhor.
    VoVódka concordo com o Hornet a senhora é a melhor viva a VoVódka e viva ao FX3…

  101. kkkkkkkkkkkkk…muito bom Vovódka!!!

    “Sou Flankeiro e não desisto nunca”…vou adotar o lema!

    Morte ao FX-2!!!rs.rs.rs.

    um forte abraço…

    ou seria: “a benção vó”!!!rs.

  102. kkkkkkkkkkkkk…muito bom Vovódka!!!

    “Sou Flankeiro e não desisto nunca”…vou adotar o lema!

    Morte ao FX-2!!!rs.rs.rs.

    um forte abraço…

    ou seria: “a benção vó”!!!rs.

  103. welington,

    na boa, nem escrevi para dizer que suas opiniões não são válidas, ou que eu discorde delas ou algo assim. Claro que suas opiniões e desejos são válidos, o blog é livre pra gente discutir e é assim mesmo que a coisa funciona. Mas também temos que tentar entender o processo do FX-2 e as escolhas que a FAB e o MD estão fazendo e não apenas “lamentar” o que já foi feito, eles devem ter seus motivos também, não creio que estejam querendo o pior para o Brasil ou simplesmente fazendo uma escolha arbitrária por pressão externa, seja lá de quem for. Acho que existe muita coisa para ser pensada nessa escolha do novo caça…por isso que entendo a cautela da FAB e do MD…seria muito pior se fosse tudo feito a toque de caixa, na base do bumba meu boi…isso sim seria terrível…

    De qualquer modo, independente de qual caça for escolhido, acho que a FAB devia ao menos compar um, nem que for um só, SU-35… assim a gente podia vê-lo com as cores da FAB…agradava a vc, a mim, e principalmente, a Vovódka…Acho que a FAB devia fazer isso em respeito aos cabelos brancos da Vovódka. Não acha, não?…rs.rs.rs.

    abraços

  104. welington,

    na boa, nem escrevi para dizer que suas opiniões não são válidas, ou que eu discorde delas ou algo assim. Claro que suas opiniões e desejos são válidos, o blog é livre pra gente discutir e é assim mesmo que a coisa funciona. Mas também temos que tentar entender o processo do FX-2 e as escolhas que a FAB e o MD estão fazendo e não apenas “lamentar” o que já foi feito, eles devem ter seus motivos também, não creio que estejam querendo o pior para o Brasil ou simplesmente fazendo uma escolha arbitrária por pressão externa, seja lá de quem for. Acho que existe muita coisa para ser pensada nessa escolha do novo caça…por isso que entendo a cautela da FAB e do MD…seria muito pior se fosse tudo feito a toque de caixa, na base do bumba meu boi…isso sim seria terrível…

    De qualquer modo, independente de qual caça for escolhido, acho que a FAB devia ao menos compar um, nem que for um só, SU-35… assim a gente podia vê-lo com as cores da FAB…agradava a vc, a mim, e principalmente, a Vovódka…Acho que a FAB devia fazer isso em respeito aos cabelos brancos da Vovódka. Não acha, não?…rs.rs.rs.

    abraços

  105. Hornet os pocos cabelos brancos que eu tinha e que era ja’ era pouco de tanto puxar g com o Pavelzinho eu perdi por causa de Chernobyl (Чорнобиль)……. Mais pode ter certeza que tem um monte demais de viuva de Sukhoi piloto na ativa na FAB e que ia disputar no tapa esse SU-35 pra pilotar mas a vovo’ aqui ia passar sempre na frente que nem na fila do banco!!!!! Tem que comprar biplace!!!!! alias tem que acabar com FX2 mesmo e comprar todos os cento e vinte que eles querem tudo biplace!!!! E era melhor ainda que comprace SU34 biplace de ladinho que pra viuva de ladinho e’ mais gostoso!!!!!!!

  106. Hornet os pocos cabelos brancos que eu tinha e que era ja’ era pouco de tanto puxar g com o Pavelzinho eu perdi por causa de Chernobyl (Чорнобиль)……. Mais pode ter certeza que tem um monte demais de viuva de Sukhoi piloto na ativa na FAB e que ia disputar no tapa esse SU-35 pra pilotar mas a vovo’ aqui ia passar sempre na frente que nem na fila do banco!!!!! Tem que comprar biplace!!!!! alias tem que acabar com FX2 mesmo e comprar todos os cento e vinte que eles querem tudo biplace!!!! E era melhor ainda que comprace SU34 biplace de ladinho que pra viuva de ladinho e’ mais gostoso!!!!!!!

  107. Então tá certo, Vovódka! Fora FX-2, e que venha o SU-34…”de ladinho é mais gostoso”….kkkkkkk..É isso aí!!!

    a benção

  108. Então tá certo, Vovódka! Fora FX-2, e que venha o SU-34…”de ladinho é mais gostoso”….kkkkkkk..É isso aí!!!

    a benção

  109. Vovódka,

    e aquela história de que os Flankers indianos se deram mal na Red Flag deste ano, que apareciam no radar dos caças advesários brilhando mais que uma árvore de natal, como fica? Tudo intriga da oposição?

  110. Vovódka,

    e aquela história de que os Flankers indianos se deram mal na Red Flag deste ano, que apareciam no radar dos caças advesários brilhando mais que uma árvore de natal, como fica? Tudo intriga da oposição?

  111. Vovódka,

    já sei, essa história da Red Flag 2008 foi tudo intriga do “Eurofaite”…como ele também saiu do FX-2, agora tá querendo difamar a santa reputação do Flanker…

    Morte ao “Eurofaite”!!! hehehehe…

    a benção

  112. Vovódka,

    já sei, essa história da Red Flag 2008 foi tudo intriga do “Eurofaite”…como ele também saiu do FX-2, agora tá querendo difamar a santa reputação do Flanker…

    Morte ao “Eurofaite”!!! hehehehe…

    a benção

  113. Gentem! Eu tbem torcia pelo SU-35, pura e simplesmente pela leitura de tudo em relação a este caça publicado aqui na WEB e em revistas, mas MUDEI DE OPINIÃO. Tenho certeza que o processo todo esta sendo bem feito pela FAB, entendi que nossas preferências levam em conta o que lemos sobre este ou aquele caça, e estes artigos com certeza estão contaminados por aqueles que escrevem, que como nós tbem tem suas preferências, algumas delas por motivos “inconfessáveis”. Gostaria de perguntar ao amigo “welington”, em que ele se baseia para afirmar com toda segurança que os russos iriam transferir tudo para nós, q o caça russo seria a melhor opção? Se vc tem informação informação tão privilegiada e importante seria bom repassá-la a comissão que esta estudando o caso, com informações tão concretas eles com certeza, pelo bem da nação, mudariam suas opiniões.
    Um abraço a todos!

  114. Gentem! Eu tbem torcia pelo SU-35, pura e simplesmente pela leitura de tudo em relação a este caça publicado aqui na WEB e em revistas, mas MUDEI DE OPINIÃO. Tenho certeza que o processo todo esta sendo bem feito pela FAB, entendi que nossas preferências levam em conta o que lemos sobre este ou aquele caça, e estes artigos com certeza estão contaminados por aqueles que escrevem, que como nós tbem tem suas preferências, algumas delas por motivos “inconfessáveis”. Gostaria de perguntar ao amigo “welington”, em que ele se baseia para afirmar com toda segurança que os russos iriam transferir tudo para nós, q o caça russo seria a melhor opção? Se vc tem informação informação tão privilegiada e importante seria bom repassá-la a comissão que esta estudando o caso, com informações tão concretas eles com certeza, pelo bem da nação, mudariam suas opiniões.
    Um abraço a todos!

  115. Os russos nunca tiveram tradição em construir bons radares para seus avioes… ai do nada desenvolvem um com alcançe de 400km!!!
    Vcs acreditam mto na propaganda do Putin…

  116. Os russos nunca tiveram tradição em construir bons radares para seus avioes… ai do nada desenvolvem um com alcançe de 400km!!!
    Vcs acreditam mto na propaganda do Putin…

  117. Gunter o Sukhoi SU-35 BM O caça já incorpora tecnologia de 5 geração, e será o padrão da força aérea russa até pelo menos 2016-2020 quando a 5º geração russa começa a ser produzida em números adequados, possui eletrônica de 5º geração novos materiais RAM absorventes e supecruise alem de todas as tecnologias de um caça de 4º geração como super manobrabilidade, e possuir grande capacidade de transporte de armas e o maior alcance de todos os concorrentes, alem dos os Russos já nos ajudarem no programa VLS e querer formar parcerias de longo prazo com o nosso país, eles sempre demonstraram abertamente que queriam transferir tecnologia para o nosso país vide FX1, alem de o Brasil poder entrar no programa desenvolvimento e produção do caça de 5º geração PAK FA T-50( Assim ajudaríamos a projetar o mesmo aprendendo tudo sobre a aeronave produzindo a mesma localmente sob licença e tendo lucro nas vendas da aeronave) e de outros vários programas de defesa como um sistema global de posicionamento similar ao GLONAS, auxilio no desenvolvimento e produção de porta aviões, tanques, desenvolvimento conjunto na área de robótica e na área espacial etc.
    È a grande chance do país se desenvolver militarmente e tecnologicamente por isso eles são a melhor opção, mas também sei que a parceria área de helicópteros e naval a melhor parceira é a frança com o desenvolvimento conjunto de helicópteros, fragatas, submarinos nucleares, destroyers e escoltas, sei que estamos fazendo uma ótima parceria com a áfrica do sul no desenvolvimento de vants e mísseis de 5º geração, e na possível produção de blindados leves com a Itália, temos que saber avaliar o que é melhor para o nosso país.

  118. Gunter o Sukhoi SU-35 BM O caça já incorpora tecnologia de 5 geração, e será o padrão da força aérea russa até pelo menos 2016-2020 quando a 5º geração russa começa a ser produzida em números adequados, possui eletrônica de 5º geração novos materiais RAM absorventes e supecruise alem de todas as tecnologias de um caça de 4º geração como super manobrabilidade, e possuir grande capacidade de transporte de armas e o maior alcance de todos os concorrentes, alem dos os Russos já nos ajudarem no programa VLS e querer formar parcerias de longo prazo com o nosso país, eles sempre demonstraram abertamente que queriam transferir tecnologia para o nosso país vide FX1, alem de o Brasil poder entrar no programa desenvolvimento e produção do caça de 5º geração PAK FA T-50( Assim ajudaríamos a projetar o mesmo aprendendo tudo sobre a aeronave produzindo a mesma localmente sob licença e tendo lucro nas vendas da aeronave) e de outros vários programas de defesa como um sistema global de posicionamento similar ao GLONAS, auxilio no desenvolvimento e produção de porta aviões, tanques, desenvolvimento conjunto na área de robótica e na área espacial etc.
    È a grande chance do país se desenvolver militarmente e tecnologicamente por isso eles são a melhor opção, mas também sei que a parceria área de helicópteros e naval a melhor parceira é a frança com o desenvolvimento conjunto de helicópteros, fragatas, submarinos nucleares, destroyers e escoltas, sei que estamos fazendo uma ótima parceria com a áfrica do sul no desenvolvimento de vants e mísseis de 5º geração, e na possível produção de blindados leves com a Itália, temos que saber avaliar o que é melhor para o nosso país.

  119. Só o alcance e a capacidade de transporte e a diversificação das armas já acaba com vários concorrentes, pois 1 Flanker pode fazer o papel de varias aeronaves pois leva mais armamentos e sem apoio de aeronaves REVO.

  120. Só o alcance e a capacidade de transporte e a diversificação das armas já acaba com vários concorrentes, pois 1 Flanker pode fazer o papel de varias aeronaves pois leva mais armamentos e sem apoio de aeronaves REVO.

  121. Welington, eu acho que jah esta na hora de acordar. No seu sonho a Russia esta ate disposta de virar colonia do Brasil. rsss

  122. Welington, eu acho que jah esta na hora de acordar. No seu sonho a Russia esta ate disposta de virar colonia do Brasil. rsss

  123. welington! Se vc ler com atenção o q escrevi no post anterior, verá que vc nao respondeu a minha pergunta, nem tem obrigação, mas o que vc fez na resposta que me deu foi exatamente fazer o q eu me referi no meu post. Vc leu um artigo do Carlos Emílio, fez ctrl C e ctrl V., e esta levando isso em consideração para afirmar categoricamente que o SU-35 é o melhor. Não conheço este cidadão, Carlos Emilio, achei o artigo muito legal, MAS para entusiastas como eu e vc, mas só isso. Não acho que ele entenda mais, nem sei de suas reais intenções com aquele artigo, que parece mais um folheto de propaganda da Sukhoi, do que os técnicos da FAB que estudam o caso.
    Um abraço!
    de um admirador do SU-35 mas…

  124. welington! Se vc ler com atenção o q escrevi no post anterior, verá que vc nao respondeu a minha pergunta, nem tem obrigação, mas o que vc fez na resposta que me deu foi exatamente fazer o q eu me referi no meu post. Vc leu um artigo do Carlos Emílio, fez ctrl C e ctrl V., e esta levando isso em consideração para afirmar categoricamente que o SU-35 é o melhor. Não conheço este cidadão, Carlos Emilio, achei o artigo muito legal, MAS para entusiastas como eu e vc, mas só isso. Não acho que ele entenda mais, nem sei de suas reais intenções com aquele artigo, que parece mais um folheto de propaganda da Sukhoi, do que os técnicos da FAB que estudam o caso.
    Um abraço!
    de um admirador do SU-35 mas…

  125. Gunter leio vários Blogs só que como tenho que trabalhar não vou ficar digitando tudo novamente concordo com o Carlos Emílio ele é um respeitado escritor de uma respeitada revista e tudo que ele escreveu estou de acordo com o mesmo, pois todas repito todas as fontes que consultei tem os mesmos dados que lá se encontram repito todas, acho que o artigo dele está muito bem escrito como os de outras aeronaves como as do F16,F-18, F-22, F-23 e F-35 ele é um homem de extremo conhecimento e o admiro por ser bem imparcial em suas matérias, a respeito da FAB acho que ela não tem culpa e sim o governo que está levando esta concorrência somente pelo lado político.

  126. Gunter leio vários Blogs só que como tenho que trabalhar não vou ficar digitando tudo novamente concordo com o Carlos Emílio ele é um respeitado escritor de uma respeitada revista e tudo que ele escreveu estou de acordo com o mesmo, pois todas repito todas as fontes que consultei tem os mesmos dados que lá se encontram repito todas, acho que o artigo dele está muito bem escrito como os de outras aeronaves como as do F16,F-18, F-22, F-23 e F-35 ele é um homem de extremo conhecimento e o admiro por ser bem imparcial em suas matérias, a respeito da FAB acho que ela não tem culpa e sim o governo que está levando esta concorrência somente pelo lado político.

  127. Tbem ja tive esta preferencia pelo SU-35, é uma poderosa máquina, mas concordo com o Gunter, prefiro acreditar nas palavras do Cmt da Aeronautica. Acho que teriamos um poderoso avião, mas uma baita dor de cabeça tbem, além de haver muita propaganda do SU-35, inclusive na matéria do link acima.

  128. Tbem ja tive esta preferencia pelo SU-35, é uma poderosa máquina, mas concordo com o Gunter, prefiro acreditar nas palavras do Cmt da Aeronautica. Acho que teriamos um poderoso avião, mas uma baita dor de cabeça tbem, além de haver muita propaganda do SU-35, inclusive na matéria do link acima.

  129. Gente se for assim tem propaganda de todos os caças todas as materias enalteçem as aeronaves descritas e mostram seus pontos fracos e não é so nesse link são em todos.

  130. Gente se for assim tem propaganda de todos os caças todas as materias enalteçem as aeronaves descritas e mostram seus pontos fracos e não é so nesse link são em todos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here