Home Sistemas de Armas Fotos das revisões dos F-5 no PAMA-SP

Fotos das revisões dos F-5 no PAMA-SP

809
57

No próximo domingo, 19 de outubro, quem estiver na cidade de São Paulo terá um ótimo programa para passar o dia: o Domingo Aéreo no Campo de Marte, com apresentação da Esquadrilha da Fumaça entre muitas outras exibições. Mas, para os fãs dos F-5, pode haver uma atração à parte: o trabalho de “desmontagem e remontagem” realizado em um dos hangares do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo – PAMA-SP, organização da FAB que apóia a aeronave. Desde o ano 2000, quando o Domingo Aéreo voltou a ser realizado no Campo de Marte, entusiastas e o público em geral puderam conferir essas etapas das revisões dos F-5. A exceção foi o ano passado, o que era de se esperar: com o esforço para entregar os últimos caças para modernização à EMBRAER, no ano anterior restavam poucos F-5 E sendo remontados e nenhum sendo desmontado, e o PAMA liberou todo o espaço do hangar para o público (embora pudessem ser vistos ao menos dois F-5 E num hangar mais afastado).

Mas, como já mostramos neste Blog, a chegada dos F-5 E/Fcomprados da Jordânia voltou a encher o hangar de aeronaves para inspeção. Quem sabe este ano poderemos voltar a ver em detalhes o trabalho realizado pelo PAMA-SP. A conferir!

Fotos: aeronaves F-5 E em vários estágios de desmontagem, inspeção e remontagem no PAMA-SP, fotografados em 2004 e 2006 por Nunão. Na segunda imagem de cima para baixo, pode-se ver uma célula com praticamente todos os sistemas retirados e a pintura removida. Nas demais, os diversos estágios de remontagem, após as revisões e trocas de equipamentos e peças e aplicação do primer nas células.

Para mais informações sobre a programação do Domingo Aéreo 2008 em São Paulo, clique aqui.

57 COMMENTS

  1. PARABÉNS AO PAMA PELO MAGNÍFICO TRABALHO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    As implicações em se ter tal capacidade técnica são claras e representam a potencialidade da FAB em integrar um complexo industrial-militar brasileiro capaz de reunir todos os processos de manutenção, upgrade e revitalização de seu material.

    Novamente parabéns por um serviço bem feito!!!!

  2. PARABÉNS AO PAMA PELO MAGNÍFICO TRABALHO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    As implicações em se ter tal capacidade técnica são claras e representam a potencialidade da FAB em integrar um complexo industrial-militar brasileiro capaz de reunir todos os processos de manutenção, upgrade e revitalização de seu material.

    Novamente parabéns por um serviço bem feito!!!!

  3. Cinquini.
    Eu estarei lá com certeza.

    Aproveito para parabenizar o pessoal do PAMA.
    Se tivessemos pessoas competentes assim na esfera do governo, certamente teriamos um país muito mais capacitado.

  4. Cinquini.
    Eu estarei lá com certeza.

    Aproveito para parabenizar o pessoal do PAMA.
    Se tivessemos pessoas competentes assim na esfera do governo, certamente teriamos um país muito mais capacitado.

  5. Se morasse em São Paulo, certamente estaria por lá. Parabéns ao PAMA e a FAB. O Brasileiro nutre uma admiração pela aviação que não é novidade pra ninguém, poderíamos ter alguma feira aérea internacional no país.

  6. Se morasse em São Paulo, certamente estaria por lá. Parabéns ao PAMA e a FAB. O Brasileiro nutre uma admiração pela aviação que não é novidade pra ninguém, poderíamos ter alguma feira aérea internacional no país.

  7. Paulo Costa, vc se refere à última foto?

    No caso é só um velho AIM-9B, para efeito de expor ao público em geral (assim como a pequena amostra de armamento no chão). Deve ficar estocado no PAMA pra isso mesmo, além de talvez servir pra testar as conexões etc.

  8. Paulo Costa, vc se refere à última foto?

    No caso é só um velho AIM-9B, para efeito de expor ao público em geral (assim como a pequena amostra de armamento no chão). Deve ficar estocado no PAMA pra isso mesmo, além de talvez servir pra testar as conexões etc.

  9. ki belo lugar pra se fazer um Museu de aeronautica…..

    Aqueles aviões que estão apodrecendo em Bebedouro e os que se perderam por relaxo da Fundação Santos Dumont…ficariam bem instalados lá no PAMA-SP

  10. ki belo lugar pra se fazer um Museu de aeronautica…..

    Aqueles aviões que estão apodrecendo em Bebedouro e os que se perderam por relaxo da Fundação Santos Dumont…ficariam bem instalados lá no PAMA-SP

  11. Alguém poderia me dizer, ou melhor, me esclarecer uma coisa: como so F-5 chegam ao PAMA São Paulo?

    De carreta, ou a bordo de um C-130 da FAB?

    Pergunto pelo seguinte.

    Moro aqui na Casa Verde, em SP. Mais ou menos alinhado com a pista.

    Até nesse momento mesmo que escrevo, os aviões e helicópteros vêm e vão.

    Mas avião da FAB, só vi mesmo certa vez um Bufalo, e outro Bandeirante.

    Helicópteros do Exército, alguns, algumas vezes, como na proteção ao Papa Bento XVI, como Pantera, Cougar.

    Os Super Puma da FAB também já.

    Mas a dúvida ainda persiste. Como eles chegam?

    Aos amigos que puderem me tirar a dúvida, obrigado.

  12. Alguém poderia me dizer, ou melhor, me esclarecer uma coisa: como so F-5 chegam ao PAMA São Paulo?

    De carreta, ou a bordo de um C-130 da FAB?

    Pergunto pelo seguinte.

    Moro aqui na Casa Verde, em SP. Mais ou menos alinhado com a pista.

    Até nesse momento mesmo que escrevo, os aviões e helicópteros vêm e vão.

    Mas avião da FAB, só vi mesmo certa vez um Bufalo, e outro Bandeirante.

    Helicópteros do Exército, alguns, algumas vezes, como na proteção ao Papa Bento XVI, como Pantera, Cougar.

    Os Super Puma da FAB também já.

    Mas a dúvida ainda persiste. Como eles chegam?

    Aos amigos que puderem me tirar a dúvida, obrigado.

  13. Olá Paulo….boa noite…

    Os F-5 chegam a PAMA-SP de carreta…..

    Eles vêm á bordo de C-130 até Cumbica (Guarulhos)….

    O Campo de Marte já teve muito movimento de aviões militares….a hurbanização colocou limitações…

    Apesar de td…o Campo de Marte irá longe…irá sobreviver….

    abraço amigo

  14. Olá Paulo….boa noite…

    Os F-5 chegam a PAMA-SP de carreta…..

    Eles vêm á bordo de C-130 até Cumbica (Guarulhos)….

    O Campo de Marte já teve muito movimento de aviões militares….a hurbanização colocou limitações…

    Apesar de td…o Campo de Marte irá longe…irá sobreviver….

    abraço amigo

  15. Paulo, só complementando o que escreveu o Joaquim, pelo que sei eles chegam voando até Cumbica, onde se faz todo o procedimento de recebimento etc. Aí vão de carreta pro PAMA, passam pela grande revisão e tudo o mais e fazem ensaio de pista lá mesmo. Se tudo está ok no ensaio de pista, vão de carreta pra Cumbica totalmente montados, e de lá decolam para os testes de vôo. Enfim, é o que sei a respeito.

  16. Paulo, só complementando o que escreveu o Joaquim, pelo que sei eles chegam voando até Cumbica, onde se faz todo o procedimento de recebimento etc. Aí vão de carreta pro PAMA, passam pela grande revisão e tudo o mais e fazem ensaio de pista lá mesmo. Se tudo está ok no ensaio de pista, vão de carreta pra Cumbica totalmente montados, e de lá decolam para os testes de vôo. Enfim, é o que sei a respeito.

  17. Olá Paulo (Taubaté)…olá Nunão…

    Talvez eu esteja enganado….mas alguns F-5E chegaram desmomtados em Cumbica á bordo de C-130…

    Com relação ao Domingo Aéreo 2008 no PAMA-SP, a meteorologia foi a pior nos ultimos 6 anos, entretanto, o contato humano foi muito bom. Agradeço a Deus por ter condições de ter chegado ás 7:00 da manhã e ter saido ás 19:00 hrs……E espero que a coisa continue assim……
    abraços a todos……

  18. Olá Paulo (Taubaté)…olá Nunão…

    Talvez eu esteja enganado….mas alguns F-5E chegaram desmomtados em Cumbica á bordo de C-130…

    Com relação ao Domingo Aéreo 2008 no PAMA-SP, a meteorologia foi a pior nos ultimos 6 anos, entretanto, o contato humano foi muito bom. Agradeço a Deus por ter condições de ter chegado ás 7:00 da manhã e ter saido ás 19:00 hrs……E espero que a coisa continue assim……
    abraços a todos……

  19. As fotos comprovam que as forças armadas possuem em seus quadros pessoal altamente qualificado.

    Como pode ser observado, as aeronaves foram totalmente desmontadas. Observe-se que não existe grande diferença entre os processos de produção e manutenção dos caças.

    Temos total condição de produzir nossos próprios caças e armamentos utilizando o conhecimento e a disposição de nossos especialistas militares (eu mesmo, um especialista em instrumentação – Mirage)

    Poderíamos criar duas ou três unidades de produção de armamentos. Uma, certamente, na base aérea de anápolis, outra em São José dos Campos, aproveitando a mão de obra especializada na área.

    Isto não impede as compras do FX2, mas não podemos gastar milhões e pagar grandes salários para estrangeiros e deixar de dar oportunidade para quem realmente cuida de nossa segurança, nosso especialistas militares e engenheiros aeronáuticos, que são obrigados a mudar de profissão em virtude dos baixos salários.

    Estamos em franca vantagem no desenvolvimento de turbinas hipersônicas, temos tecnologia para produzir caças como o ALX.

    Não falta tanto para fazermos um grande vetor nacional. Basta querer e ter coragem, como fizeram os governos militares ao criar Embraer, Engesa e o complexo de aramar.

    Para cada centavo gasto em compras, temos que garantir pelo menos outro para pesquisa, desenvolvimento e produção, de preferencia, realizada dentro das unidades militares, pelo seu próprio pessoal especializado, valorizando seus salários, instituindo políticas de premiação aos militares e civis especialistas pelas melhores idéias, maior empenho e melhores resultados.

    Prioridade aos Brasileiros.

  20. As fotos comprovam que as forças armadas possuem em seus quadros pessoal altamente qualificado.

    Como pode ser observado, as aeronaves foram totalmente desmontadas. Observe-se que não existe grande diferença entre os processos de produção e manutenção dos caças.

    Temos total condição de produzir nossos próprios caças e armamentos utilizando o conhecimento e a disposição de nossos especialistas militares (eu mesmo, um especialista em instrumentação – Mirage)

    Poderíamos criar duas ou três unidades de produção de armamentos. Uma, certamente, na base aérea de anápolis, outra em São José dos Campos, aproveitando a mão de obra especializada na área.

    Isto não impede as compras do FX2, mas não podemos gastar milhões e pagar grandes salários para estrangeiros e deixar de dar oportunidade para quem realmente cuida de nossa segurança, nosso especialistas militares e engenheiros aeronáuticos, que são obrigados a mudar de profissão em virtude dos baixos salários.

    Estamos em franca vantagem no desenvolvimento de turbinas hipersônicas, temos tecnologia para produzir caças como o ALX.

    Não falta tanto para fazermos um grande vetor nacional. Basta querer e ter coragem, como fizeram os governos militares ao criar Embraer, Engesa e o complexo de aramar.

    Para cada centavo gasto em compras, temos que garantir pelo menos outro para pesquisa, desenvolvimento e produção, de preferencia, realizada dentro das unidades militares, pelo seu próprio pessoal especializado, valorizando seus salários, instituindo políticas de premiação aos militares e civis especialistas pelas melhores idéias, maior empenho e melhores resultados.

    Prioridade aos Brasileiros.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here